Rally dos Sertões: Luiz Facco/Humberto Ribeiro são vice-campeões da Protótipos T1 FIA Brasil

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Um problema na suspensão tirou o título da dupla na última etapa do rali. Prova de mais de 3.600 quilômetros terminou em Fortaleza (CE), após passar por Goiás, Bahia e Piauí

Luiz Facco e Humberto Ribeiro #310 finalizaram a 26ª edição do Rally dos Sertões como vice-campeões na Protótipos T1 FIA Brasil e fecharam em 8º na geral dos carros. Após liderar o rali desde a segunda etapa e assumir a 5ª posição na geral, a dupla passou a administrar a vantagem, a partir da sexta etapa, sem deixar de ser competitiva e largou, no sábado (25), para o último dia da maior prova off-road do país apenas com o objetivo de completar o trecho cronometrado de 200 quilômetros do dia, sem correr riscos. Mas durante a Especial entre Juazeiro do Norte e Fortaleza, no estado do Ceará, um problema na suspensão do Mitsubishi ASX Racing tirou a dupla da prova e o título.

“Quando tudo parecia definido, nossa posição dificilmente melhoraria da liderança na categoria e 5o na Geral, surge um problema inesperado na suspensão que nos joga contra uma árvore e nos tira da prova. Uma pena, rali duro, mas excelente. E o rali é assim, um dia acontece com seu adversário e outro dia com você. Vamos para o próximo”, explica o paulista Facco em sua 15ª participação na competição e já conquistou três títulos, dois na Super Production (2009 e 2010) e um na Pró Brasil (2015).

O navegador de Teresina (PI) também aprovou o roteiro de puro Cross Country. “A prova estava do jeito que gostamos, técnica, com diversidade de terrenos e difícil como tinha de ser. Além de uma navegação exigente na qual qualquer vacilo poderia comprometer nosso resultado”, explica Ribeiro. “Driblamos e superamos alguns incidentes e até dois pneus furados ao mesmo tempo. Estávamos conduzindo bem nossa liderança, mas infelizmente adiamos esse título inédito para equipe”, finaliza.

Veja também:

Classificação atualizada do Brasileiro de Rally Cross Country após Rally dos Sertões Classificação atualizada do Brasileiro de Rally Cross Country após Rally dos Sertões
Entre os pilotos, Mauro Guedes lidera na T1, Marcos Moraes na Protótipos, Vilson Thomas na Pró Brasil, Cristiano Rocha na Super Production, Paulo...
Glauber Fontoura/Minae Miyauti leva o título da Production T2 ao final do Sertões Glauber Fontoura/Minae Miyauti leva o título da Production T2 ao final do Sertões
No Rally de Regularidade, Sandra Dias /Igor Quirrenbach superam os desafios e encerraram o rali novamente com pódio (3o na Master). Das 16 duplas da...

Com um novo carro desde o início da temporada (Mitsubishi ASX Racing), a dupla passou a competir em nova categoria para encarar novos desafios, na Protótipos T1 FIA Brasil. Já focados na preparação para o Rally dos Sertões, estrearam, em março, o carro em uma prova de 1.500 quilômetros no Paraguai (Desafio Guarani) na abertura da Campeonato Sul-Americano de Rally Cross Country, desde então a equipe Acelera Siriema vem trabalhando duro nos ajustes finais e o carro estava pronto para encarar a 26ª edição.

“Nossa equipe fez um excelente trabalho, todos estão de parabéns pela dedicação e seguimos em frente que a temporada continua, porque esse Sertões já acabou”, finaliza Facco, que há cinco anos montou uma equipe própria e disputa provas de Rally Cross Country e de Rally de Velocidade país afora.

O Rally dos Sertões aconteceu entre 18 e 25 de agosto, teve sete etapas e um roteiro de 3.607 quilômetros que cruzou os estados de Goiás, Bahia, Piauí, Ceará, com participação de carros, motos, UTVs e quadriciclos. Resultados completos em www.sertoes.com

Mais informações sobre a equipe no site www.acelerasiriema.com.br e nas mídias sociais Facebook: @acelerasiriemarally, Instagram: @acelerasiriema e Twitter: acelerasiriema.

A equipe conta com o patrocínio da Gonçalves S/A Indústria Gráfica, Yokohama e Acelera Siriema Rally e apoio da Mitsubishi Motors e Spinelli Racing.

Rally dos Sertões 2018

Final Categoria Protótipos T1 FIA Brasil (após seis etapas)
1) # 319 Gareth Woolrige/Marcelo Haseyanma – 28h47m06s
2) # 310 Luiz Facco/Humberto Ribeiro – 29h12m24s
3) #348 Gunter Hinkelmann/ Fábio Pedroso – 31h28m47s
4) #327Jorge Wagefuhr/Alisson Pedroso – 44h24m28s

 

MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki
Foto: Doni Castilho/Fotop

Classificados



Paceria Oficial