Sertões: Gunter aprova experiência e já planeja 2019

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Com persistência, piloto da equipe X Rally Team terminou seu primeiro Sertões competindo na classe T1 Brasil

Gunter Hinkelmann disputou pela primeira vez uma edição do Rally dos Sertões com equipamento de ponta. Estreando na nova classe T1 FIA Brasil entre os carros, o piloto teve nas mãos o Ford Ranger V8 4x4 construído pela equipe X Rally Team em São Paulo e tirou o máximo da experiência em 2018.

Hinkelmann, que contou com a navegação de Fábio Pedroso, enfrentou problemas em dois dias que comprometeram suas ambições no resultado geral da classe, mas aproveitou para ganhar mais e mais confiança no carro.

“Foi uma pena termos tido um problema no primeiro dia. Acho que teríamos feito um excelente rali – que de fato foi, mas a partir dali já corremos sem pensar em resultados”, lembra Gunter. No penúltimo dia, o competidor do carro #348 ainda ficou preso em uma erosão, mas conseguiu seguir adiante.

Veja também:

Classificação atualizada do Brasileiro de Rally Cross Country após Rally dos Sertões Classificação atualizada do Brasileiro de Rally Cross Country após Rally dos Sertões
Entre os pilotos, Mauro Guedes lidera na T1, Marcos Moraes na Protótipos, Vilson Thomas na Pró Brasil, Cristiano Rocha na Super Production, Paulo...
Glauber Fontoura/Minae Miyauti leva o título da Production T2 ao final do Sertões Glauber Fontoura/Minae Miyauti leva o título da Production T2 ao final do Sertões
No Rally de Regularidade, Sandra Dias /Igor Quirrenbach superam os desafios e encerraram o rali novamente com pódio (3o na Master). Das 16 duplas da...

Seus planos eram de ganhar experiência a bordo do veloz protótipo já pensando em 2019, e foi o que ele fez. Ainda assim, venceu uma das sete etapas, e ainda conquistou três segundos lugares e dois terceiros. “A equipe me deu todo o apoio e incentivo que eu precisava. Depois de abandonar o primeiro dia, o time me ajudou muito e além de me recolocarem na prova com um verdadeiro foguete, me senti muito acolhido com o respaldo”.

“Aproveitei a experiência. O carro é demais. Fantástico, rápido, aguenta o tranco, tem muita resistência e passa muita confiança ao piloto. Eu poderia ter feito mais alguns dias de Sertões, porque a máquina estava 100%. De qualquer maneira, apesar de não termos conquistado o resultado que esperávamos, tenho de olhar positivamente. A experiência foi incrível e tenho certeza de que no próximo ano voltaremos mais fortes e para entrar na briga”, destacou Gunter, que fechou a classificação geral da classe T1 FIA Brasil na terceira posição.

P1 Media Relations
CLEBER BERNUCI – MTb 40.166sp
Foto: Doni Castilho/FOTOP

Classificados



Paceria Oficial