Entenda o Rally Cross Country e o que temos de novo na temporada 2019 🔥

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

A versão "hard core" do rally exige mais potência das máquinas e resistência dos competidores. O maior rally do Brasil também reserva muitas novidades na edição 2019

No Rally de Velocidade as duplas disputam várias passagens em trechos relativamente curtos (entre 5 e 40 Km) de estradas de terra secundárias de bom estado, previamente reconhecidos pelos competidores, no interior dos municípios.

No Rally Cross Country as distâncias são muito mais extensas e sem muita preocupação com o estado dos trechos. Tirando os deslocamentos e zonas de radar, cada especial (trecho cronometrado) de uma prova não pode ter menos de 100 Km e pode chegar até 300 Km.

entenda distancias davini

Veja também:

Rally Jalapão/Sertões Series terá representantes baianos nos mais de 1200 Km da 5ª edição Rally Jalapão/Sertões Series terá representantes baianos nos mais de 1200 Km da 5ª edição
Disputa acontece nos dias 05 a 09 de junho, com largada e chegada em Luís Eduardo Magalhães na Bahia, terá pernoite em Dianópolis e São Félix do...
Gunter Hinkelmann conclui Gunter Hinkelmann conclui "treino pesado" em etapa do Brasileiro
Em sua estreia a bordo do Mitsubishi ASX da FD Rally Team, piloto diz ter vivenciado todo tipo de situação, o que serviu como treinamento para o Rally...

Aqui os trechos não são reconhecidos pelos competidores. Eles só ficam sabendo o que podem encontrar durante o briefing (reunião dos organizadores com os competidores) que antecede o dia da prova. Cada navegador recebe a planilha (livro de bordo) produzido pelo diretor de prova, que durante o briefing detalha os obstáculos do trecho, junto aos comissários e organizadores. Também é comum neste momento a alimentação dos navegadores GPS com o tracking (trajeto) da prova com os profissionais da cronometragem.

Normalmente pela manhã, munidos de planilha e trajeto no GPS, piloto e navegador partem em deslocamento para a largada no trecho cronometrado. Devido as extensões das especiais, no Rally Cross Country as largadas costumam ser mais distantes dos centros, disputados principalmente em territórios de grandes fazendas e passando por outros municípios.

entenda distancias 2 davini

A segurança também é fundamental em trechos de grandes distâncias, com fechamentos (equipes de segurança) distribuídos nos possíveis pontos de acesso ao trecho de velocidade. Em áreas povoadas, os organizadores se utilizam da regra de "Zona de Radar", onde a velocidade é controlada, indicada nos livros de bordo, e conferida via registro GPS, onde os competidores são penalizados de acordo com a velocidade excedida. Apesar das grandes quilometragens, o Rally Cross Country tem menos ocorrências de segurança, justamente por se afastar dos centros e dos poucos habitantes, que também são bem informados pela organização previamente.

No Rally Cross Country um evento pode ter duração de um dia, até vários dias, como no Rally RN 1500, Rally Jalapão e o Rally dos Sertões, onde em cada dia as duplas disputam uma especial diferente. No final do evento os competidores são premiados seguindo a ordem dos melhores tempos (menores tempos) acumulados em todas as provas disputadas. Já para a classificação no campeonato, cada dia de um evento é considerado uma prova. Nesta temporada teremos 8 eventos divididos em 25 provas. No final da temporada cada concorrente deverá descartar os pontos de 9 provas, sendo que a dupla pode considerar provas que não largou.

- Minas Brasil: 2 provas
- RN 1500: 4 Provas
- Cuesta: 2 prova
- Jalapão (Sertões Series): 3 provas
- Caminhos da Neve: 2 provas
- Sertões: 8 provas
- Rota Sudeste: 2 provas
- Amigos (Sertões Series Rota Sul): 2 provas

A edição deste ano do maior rally do Brasil, o Rally dos Sertões, também vai valer pelo Campeonato Codasur (Sul-americano) de Rally Cross Country e a sua promoção estará nas mãos de novos dirigentes e empresas que já realizaram grandes eventos a nível mundial. Joaquim Monteiro, o novo CEO do Sertões (ex-CEO da Empresa Olímpica Rio 2016), já anunciou o envolvimento do publicitário Roberto Medina (presidente do Rock in Rio) na edição deste ano. Toda a parte técnica continua a cargo da Dunas, que organiza o rally desde 1996.

entenda sertoes prime

Além do investimento no maior rally do Brasil, também retorna nesta temporada a disputa do Sertões Series, campeonato que vai somar pontos em três eventos do calendário: Jalapão, Sertões e o Amigos/Rota Sul.

Categorias da Temporada 2019 - Carros/CBA

T1 FIA

Veículos protótipos importados que seguem o artigo 285 do Anexo J FIA (Federação Internacional de Automobilismo), seguindo uma relação de peso e potência que chegam até as 5.250 cilindradas. No Brasil os exemplares até agora são:

entenda asx gavlak
Mitsubishi ASX Racing
Motor: DOHC 4.7 V8 com 32 válvulas, Potência: 349 cv a 5.250 rpm, Torque: 509.1 kgfm a 4.250 rpm, Câmbio: sequencial de seis marchas, Velocidade máxima: 185 km/h, Comprimento: 4.475 mm, Altura: 1.850 mm, Largura: 1.990 mm, Entre-eixos: 2.900 mm, Tanque: 500L, Peso Bruto: 1.925 kg

entenda ranger cadu
Ford Ranger - X Rally Team/NWM
Motor: Ford 5.0 litros V8, Gerenciamento eletrônico: Magnetti Marelli, Potência: 350 cavalos a 4.500 RPM, Torque: 560 Nm a 4.100 RPM, Limite de giros: 5.500 RPM, Suspensão: BOS com dois amortecedores por roda e barra anti-rolagem traseira, Freios: Brembo (refrigerado a água na traseira e a ar na dianteira), Tanque: 500 litros de capacidade, Combustível: Gasolina, Câmbio: Sadev sequencial de seis marchas, Tração: Integral 4×4
Diferencial: LSD, dianteira e traseira, Rodas: Evocorse 16 polegadas com pneus BF Goodrich 245/85-16, Peso do conjunto: 1.975 kg

Protótipos

entenda prototipos davini
Veículos protótipos montados e/ou fabricados no Brasil: T-Rex (MEM - V8), Triton Sport SR 2018, Triton RS e SR (V6, V8 ou diesel), Triton X10 (turbo, aspirado ou diesel), Protom (protótipo Promacchina), Sherpa (MEM), Evoque (protótipo Promacchina).

Pró Brasil

entenda probrasil davini
Veículos com motores a gasolina/etanol de até 6 cilindros, aspirados e motores a diesel turbo de até 5 cilindros e 3,2 litros.

Super Production

entenda superproduction cadu
Veículos de produção (mínimo 100 unidades) com preparação e motor de até 6 cilindros.

Production

entenda production lisandro
Veículos de produção (mínimo 1000 unidades) derivados de veículos normais de rua (pickups e SUVs)

T3

entenda utv
Veículos conhecidos como UTV, Side by Side ou SxS ganham o seu espaço no campeonato nacional para carros, seguindo o regulamento Codasur/FIA (Confederação Sul-americana de Automobilismo).

Open

entenda buggy lisandro
Categoria exclusiva para os Buggies 4x2, seguindo regulamento técnico do Dakar 2019.

T4

entenda caminhoes
Embora sem a presença dos saudosos pesados (caminhões leves e pesados) nas últimas temporadas, a categoria continua presente no regulamento.

Texto: Juliano Kalkmann
Fotos: Lisandro Garcia, Nicolas Gavlak, Fabio Davini, Cadu Rolim, X-Rally Team, Imprensa Mercedes-Benz, Rally dos Sertões

Confira o calendário 2019 e os regulamentos completos:

RALLY CROSS COUNTRY 2019

Anexos "J" e outros regulamentos
Artigo Data de Publicação
Prescrições Gerais 10/12/2018 pdfBaixar
282 11/11/2010 pdfBaixar
283 11/11/2010 pdfBaixar
283 06/12/2018 pdfBaixar
284 06/12/2018 pdfBaixar
285 11/11/2010 pdfBaixar
285 07/12/2017 pdfBaixar
285 18/12/2018 pdfBaixar
Categoria T3 - Codasur 01/03/2018 pdfBaixar
Categoria Open - Artigo T3P Dakar 2019 pdfBaixar
Evento Data Cobertura Site RPP Inscritos
Minas Brasil (MG) 16-17 março
RN 1500 (RN) 03-07 abril
Cuesta (SP) 04-05 maio
Jalapão (TO) 06-09 junho
Caminhos da Neve (SC) 06-07 julho
Sertões (MS-CE) 25 ago - 01 set
Rota Sudeste (SP) 09-10 novembro
Amigos (SP) 7-08 dezembro

Classificados



Paceria Oficial