De olho no Sertões, Gunter estreia carro novo no Rally Cuesta

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Prova acontece neste final de semana em Botucatu (SP) e piloto fará sua primeira competição a bordo do Mistubishi ASX da FD Rally

O Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country volta à ativa neste final de semana em Botucatu com a disputa da sétima e oitava etapas. O Rally Cuesta, que já tem mais de 100 veículos inscritos, terá uma estreia na temporada. Gunter Hinkelmann fará sua primeira prova a bordo do Mitsubishi ASX, e terá Deco Muniz como navegador.

“É o início de uma nova fase: com carro e navegador novos, quero tentar alcançar a melhor posição, com foco total naquela que é considerada uma das provas mais difíceis do mundo, que é o Sertões”, diz Gunter, campeão da Mitsubishi Cup em 2018 com a FD Rally, para a qual disputará a atual temporada.

Veja também:

Rally Jalapão/Sertões Series terá representantes baianos nos mais de 1200 Km da 5ª edição Rally Jalapão/Sertões Series terá representantes baianos nos mais de 1200 Km da 5ª edição
Disputa acontece nos dias 05 a 09 de junho, com largada e chegada em Luís Eduardo Magalhães na Bahia, terá pernoite em Dianópolis e São Félix do...
Galeria Dfotos com mais de 60 fotos do Rally Cuesta em Botucatu Galeria Dfotos com mais de 60 fotos do Rally Cuesta em Botucatu
Confira a galeria dos fotógrafos Luciano Santos, Gustavo Epifânio, Ale Moreira e Doni Castilho/DFOTOS...

A estratégia de Gunter é fazer as duas próximas provas do Brasileiro como preparação visando o Sertões. “Também para afinar o entrosamento entre piloto, navegador, carro e equipe. Será uma experiência interessante ter ao meu lado u m dos melhores navegadores do Brasil”, disse, referindo-se a Deco Muniz.

O ASX é um bólido da classe T1 FIA, a mais rápida do rali cross country mundial. Com chassi tubular e suspensão independente nas quatro rodas, o conjunto é empurrado por um motor diesel de três litros e seis cilindros, bi-turbo, contando com tração integral e câmbio sequencial de seis marchas.

“Comparado aos outros carros que guiei, o grande diferencial dele é o torque, por ser turbo diesel. Então, nas retomadas a força é bruta; o motor “cresce” muito mais rápido do que os motores a gasolina, por exemplo. O ASX é mais duro, muito parecido com um kart, nervoso, com traseira inquieta em situações de buracos ou valetas, e isso requer o triplo de atenção ao volante, pois o carro é muito rápido”, explicou.

Com dois dias de disputa, o Rally Cuesta terá um total de 350 quilômetros de disputa e um prólogo de 10 quilômetros na área rural de Botucatu.

CLEBER BERNUCI
P1 Media Relations

Classificados



Paceria Oficial