X Rally Team enfrenta desafio extra nos dias finais do Sertões

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Os 540 quilômetros até Bom Jesus (PI) tiveram capotagem de líderes e chegada no escuro; tricampeões tentam descontar a agora desvantagem de 12 minutos nos 350 quilômetros restantes em dois dias até o final da prova

“Entrar no Jalapão é fácil. Difícil é sair”. A frase de Cristian Baumgart, atual tricampeão do Sertões, resume bem o sentimento da maior parte dos competidores após a sexta etapa, disputada nesta sexta-feira (30) entre São Félix do Tocantins e Bom Jesus (PI). Foram 540 quilômetros para sair da região do Jalapão – uma das especiais mais longas da história do Sertões – passando pelos cânions do Piauí, no trecho mais difícil da prova até então.

Então líderes da prova, Cristian Baumgart e Beco Andreotti mantinham um bom ritmo mesmo após a quebra de uma roda e a perda de algum tempo para realizar a troca. A 25 quilômetros do fim do trecho, em situação perigosa, o NWM X Rally Ranger V8 capotou após bater em uma vala. Eles conseguiram voltar para a prova e terminar o dia em segundo lugar.

Veja também:

Classificação atualizada do Brasileiro de Rally Cross Country após Rally dos Sertões Classificação atualizada do Brasileiro de Rally Cross Country após Rally dos Sertões
Entre os pilotos, Mauro Guedes lidera na T1, Marcos Moraes na Protótipos, Vilson Thomas na Pró Brasil, Cristiano Rocha na Super Production, Paulo...
Glauber Fontoura/Minae Miyauti leva o título da Production T2 ao final do Sertões Glauber Fontoura/Minae Miyauti leva o título da Production T2 ao final do Sertões
No Rally de Regularidade, Sandra Dias /Igor Quirrenbach superam os desafios e encerraram o rali novamente com pódio (3o na Master). Das 16 duplas da...

“Era uma situação longe da ideal. Faltando 120 quilômetros para o final já estava escuro e tinha muita poeira dos UTVs que largam à frente. Sem enxergar nada, peguei uma vala e o carro virou. Nos ajudaram a desvirar o carro e conseguimos terminar o dia, mas com um prejuízo enorme de tempo”, narrou o piloto da equipe X Rally Team. Então vice-líder da prova, Guilherme Spinelli e Youssef Haddad também capotaram, ainda na metade oficial da prova, abrindo caminho para Lucas Moraes e Kaique Bentivolgio, da equipe MEM, e que correm com a X Rally Ranger construída pela equipe tricampeã do Sertões.

Assim, a desvantagem de Cristian e Beco para Lucas e Kaique é de 12min53s. A especial deste sábado (31) entre Bom Jesus (PI) e Crateús (CE) terá 320 quilômetros cronometrados de 941 totais. A etapa final, até Aquiraz (CE), terá apenas 30 de especial. “Não há e nunca houve previsibilidade no Sertões. Não acho que vá ser um trecho tão difícil como foi hoje, mas o clichê ‘tudo pode acontecer’ serve muito nesta prova”, espera Baumgart.

Para Marcos Baumgart e Kleber Cincea, no NWM X Rally Ranger V8 #303, o dia foi de uma grande oportunidade perdida em virtude de uma bomba de combustível defeituosa. “Começamos em um ritmo alucinante, com o carro respondendo muito bem e aguentando tudo como sempre faz. De repente, no meio da especial, passamos por uma depressão e o carro apagou. Mexemos, ligamos e demorou para o ritmo voltar. Perdemos uns 40 minutos com isso e depois o ritmo já não foi mais o mesmo com a noite caindo e a quantidade de poeira dos UTVs. Só nos resta acelerar nestes dois dias finais”, lamentou Marcos, que completou a difícil etapa de hoje na quinta posição e mantém o terceiro posto na classificação geral da prova.

Etapas restantes: Sertões 2019 – 24/08 a 01/09

7ª etapa – 31/08
Bom Jesus (PI) Crateús (CE)
Trecho Cronometrado – 320 km
Total: 941 km

8ª etapa – 01/09
Crateús (CE) - Aquiraz (CE)
Trecho Cronometrado – 30 km
Total: 405 km

Total da Prova: 4.887,59 km
Total Cronometrado (Especiais): 2.858,46 km

Site Oficial X Rally Team
Facebook
Instagram: @xrallyteam

P1 Media Relations
CLEBER BERNUCI
Foto: Fotop

Classificados



Paceria Oficial