SFI CHIPS comemora títulos de Nascimento/Bosse e Fontoura/Minae ao final do Sertões 2019

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Entre as outras vitórias da marca no maior rali das Américas vale destacar o título na geral dos UTVs de Nascimento/Bosse, o de Fontoura/Minae na Production T2 e também os campeões do Regularidade/Turismo, Pereira/Maria Beatriz

Após percorrer quase cinco mil quilômetros, por seis estados brasileiros, com trechos desafiantes, incluindo o temido deserto do Jalapão, a dupla Denisio do Nascimento/Idali Bosse # 202, da SFI CHIPS, sagraram-se campeões do Sertões nos UTVs, categoria com 55 veículos. Os catarinenses que disputaram na Pró Elite, vinham até a 4ª etapa na vice-liderança no acumulado, mas desde o 5º dia assumiram a ponta e não deixaram mais nenhum competidor os alcançar. A dupla já é campeã brasileira de Rally Cross Country 2018 (Pró Elite). “É um dia para ficar na nossa história. Um rali muito difícil, de muita superação e muito trabalho em equipe. Mas tivemos uma boa performance, inclusive com ajuda das soluções de alto desempenho da SFI CHIPS, conseguimos concluir este rali e nos consagrarmos campeões dos Sertões 2019”, comemorou o navegador Bosse, após cruzar a rampa de chegada em Aquiraz, no litoral cearense, no domingo (1).

Outro destaque da SFI CHIPS nos UTVs foram os veteranos e multicampeões dos Sertões, o paulista Edu Piano e o cearense Solon Mendes # 208 (Território Motorsport), que encerram uma umas edições mais exigentes da história da prova como vice-campeões na UTV Over Pró e 7º na geral desta edição. “Este rali foi de altos e baixos, nós começamos ganhando, depois ficamos para trás, e voltamos a tomar a liderança agora nas etapas finais. Se tivesse mais dias de rali dava para recuperar. Mas Sertões é isso superação dia após dia. E é muito bom chegar aqui na nossa terra, na nossa praia”, afirma Solon, único cearense sete vezes campeão dos Sertões e que faz parceria com Pìano, piloto recordista de títulos do Sertões, com oito: um na geral dos carros, seis nos caminhões e um nos UTVs (Over 45).

Veja também:

Classificação atualizada do Brasileiro de Rally Cross Country após Rally dos Sertões Classificação atualizada do Brasileiro de Rally Cross Country após Rally dos Sertões
Entre os pilotos, Mauro Guedes lidera na T1, Marcos Moraes na Protótipos, Vilson Thomas na Pró Brasil, Cristiano Rocha na Super Production, Paulo...
Glauber Fontoura/Minae Miyauti leva o título da Production T2 ao final do Sertões Glauber Fontoura/Minae Miyauti leva o título da Production T2 ao final do Sertões
No Rally de Regularidade, Sandra Dias /Igor Quirrenbach superam os desafios e encerraram o rali novamente com pódio (3o na Master). Das 16 duplas da...

Nos carros, a dupla da FD Rally Team usou o máximo de estratégia na reta final do rali, sobretudo nas etapas que castigaram os competidores até cruzar a rampa como campeões. Glauber Fontoura/Minae Miyauti #311 conquistaram mais um título, desta vez na Production T2, e comemoraram o quatro título da dupla desde 2013 (Fontoura acumula cinco títulos enquanto Minae quatro). “Categoria disputadíssima, todos os dias traçávamos uma estratégia. A minha navegadora é muito boa e me ajudou bastante durante esse roteiro desafiante”, elogiou Fontoura. “Nós tivemos que reaprender a fazer rali, porque trocamos de categoria e são novas descobertas. Por isso estamos orgulhosos de nossa performance”, diz Minae.

Vale destacar, que o pódio inteiro, do 1º ao 4º lugares, da Production T2 foi formado por duplas que escolheram usar o chip de potência da SFI CHIPS. Em 2º na categoria Paulo Cesar Bertolini e Anderson Bertolini #337; em 3º Bruno Van Enk e Eduardo Pereira # 343; e em 4º Carlos de Castro e Ivo Mayer #331.

“Essa edição foi sensacional. Foram tantas ótimas colocações conquistadas por nossos competidores, que só podemos ter muito orgulho e agradecer. Isso mostra o quanto as soluções da SFI CHIPS fazem a diferença na máquina”, afirma Márcio Medina, diretor da SFI CHIPS. A empresa investe em pilotos profissionais e está ao lado de grandes montadoras, que, a cada competição, fornecem dados para a continuidade na produção dos mais avançados equipamentos do mercado.

Regularidade – Para fechar com chave de ouro, a SFI SHIPS também comemorou os as vitórias conquistadas no Rally de Regularidade, desde que a modalidade retornou ao grid do Sertões em 2016. A dupla Eduardo Pereira e Maria Beatriz # 416 subiu ao lugar mais alto do pódio no Regularidade/Turismo e sagrou-se Campeã 2019 na categoria com soluções da SFI CHIPS.

A dupla Sandra Dias e Igor Quirrenbach de Carvalho #411 (FD Rally Team) finalizou em 3º na Master, no ano de estreia na categoria. Esta é a segunda edição que disputam o rali juntos e também o segundo pódio, em 2018 foram vice-campeões do Sertões no Regularidade/Graduados com a SFI CHIPS. “Para nós o desafio foi estar na Master, onde as velocidades são mais rápidas, tem mais balaio, e os concorrentes são Top. Mas, mesmo assim, fizemos bonito”, conta o paranaense Quirrenbach. Para o navegador, o nível técnico da prova foi muito mais alto este ano, com percursos longos e cansativos. “Passávamos o dia todo em disputa, chegava à noite estudava a planilha e já ia descansar. Dormimos de três a quatro horas por noite, e o desafio é que no Regularidade é preciso manter a concentração. Mas a prova foi fantástica. Aprendemos muito neste Sertões”, completou.

“Este Sertões foi de superação. Resisti no começo, mas valeu estar na Master. Tudo que é desafiador é melhor, e já que tínhamos que andar em uma categoria nova, sob direção nova, tudo novo, então, vamos fazer pilotagem e navegação novas também e deu muito certo. Estamos felizes”, afirma Sandra, única mulher piloto do grid dos 60 carros do Sertões. Segundo a piloto, a prova muito dura e exigiu demais do equipamento. “Cumprimos a missão, além do que eu imaginava. Nosso novo carro teve um ótimo desempenho, não quebrou nenhum dia e está bem preparado para as demais provas da temporada, como também para o Sertões 2020”, conclui a piloto, bicampeã do Sertões no Regularidade/Turismo (2016 e 2017) que usa as soluções da SFI CHIPS desde que estreou no grid.

A 27a edição do Sertões acontece de 25/8 a 1/9 e teve um roteiro de 4887 km, com largada em Campo Grande (MS) e chegada em Aquiraz (CE). Dos 187 veículos que largaram, 158 completaram a prova, sendo 57 motos, 6 quadris, 49 UTVs, 29 carros do Cross Country e 17 carros do Regularidade.

SFI CHIPS - Essas são algumas das dezenas de duplas de Carros e UTVs da competição, que usam soluções avançadas da SFI CHIPS, uma provedora de soluções para preparação eletrônica de veículos, também conhecida como chip de potência, reprogramação de ECU ouchiptuning. Nestes 11 anos de atuação no mercado, tornou-se referência em desenvolvimento de reprogramações de alto desempenho, principalmente no segmento 4X4 profissional. Única empresa a desenvolver para as montadoras e equipes oficiais de montadoras, com projetos testados no laboratório e nas pistas em tempo real com os pilotos. O Rally dos Sertões fornece dados importantes para o desenvolvimento contínuo de soluções da SFI CHIPS: teste de campo e coleta de dados. Por isso a importância de a empresa estar sempre ao lado de equipes grandes, montadoras e pilotos profissionais, que balizam e fornecem dados precisos. A empresa é a única a ter 12 títulos no Sertões. Com uma equipe qualificada e investimento em tecnologia de ponta, as soluções elevam a performance do propulsor e os acertos buscam potência, sem comprometer a sua vida útil. Preza por durabilidade e preservação do conjunto motriz, para garantir a entrega de performance, sem abrir mão da segurança, principalmente em provas como o Sertões.

MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki
Deborah Ferreira
Foto: Angelo Savastano

Classificados



Paceria Oficial