"Nova dupla" no Sertões: Michel Terpins/Fabrício Bianchini promete dar trabalho na T1 FIA Brasil

"Nova dupla" no Sertões: Michel Terpins/Fabrício Bianchini promete dar trabalho na T1 FIA Brasil

Quase 20 anos depois de se conhecerem em um incidente no Sertões, quando ambos competiam nas motos, agora, os amigos Terpins e Bianchini estarão juntos de 13 a 22/8, no maior rali das Américas

São Paulo, 26 de julho 2021 – Que o Sertões é sinônimo de competitividade, superação e desafio, todos já sabem, mas também é um polo no qual nascem grandes amizades, como é o caso do paulistano Michel Terpins (11 participações) e do gaúcho Fabrício Bianchini (21 participações). Pela primeira vez, formaram uma dupla para disputar o maior rali das Américas e será na categoria T1 FIA Brasil, a bordo de uma Ford Ranger V8 4x4 preparada pela equipe X Rally Team. A 29ª edição acontecerá de 13 a 22 de agosto, com largada na Praia da Pipa (Tibau do Sul/RN) e chegada na Praia dos Carneiros (Tamandaré/PE).

“Conheci o Fabrício no Sertões de 2002, eu corria ainda de moto assim como ele. Tive um problema e me ajudou durante um deslocamento e, desde então, somos amigos dentro e fora dos ralis”, afirma Michel Terpins, Campeão em 2017 na Protótipos T1, quando terminou entre os Top 5 da geral dos carros. “Tem uma bagagem enorme e é um competidor experiente como piloto e tem uma boa leitura de terreno. Será a primeira vez juntos como dupla na melhor prova do calendário e, ainda, com a vantagem de competir ao lado de um amigo de tantos anos”, completa Terpins, que já pilotou o X Rally Team Ford Ranger de 350 cv na edição de 2019.

Com mais de duas décadas de Sertões, mais da metade das edições Bianchini competiu nas motos, mas também já pilotou UTV, carros, buggy V6 e três como navegador na categoria carros. Competidor versátil, não tem tempo ruim para ele, novos desafios são sempre bem-vindos e não esconde sua grande paixão por duas rodas, tanto criou sua própria equipe há 16 anos e hoje a Bianchini Rally, dá apoio, ainda, para quadriciclos e UTVs. “A minha ligação com o Sertões é antiga. Comecei trabalhando na organização em 1995, com 15 anos. Em 2001 estreei na prova quando meu pai competia nas motos. Até que em 2005 montei minha própria equipe. Desenvolvemos as primeiras motos de rali a álcool do Brasil, fomos a equipe pioneira Carbon Free do grid...é muita história envolvida”, conta.

Veja também:

Sertões volta ao mar no último dia para consagrar campeões Sertões volta ao mar no último dia para consagrar campeões
Com o cancelamento da última especial em função das chuvas, competidores farão deslocamento de Arapiraca (AL) a Tamandaré (PE), onde os campeões da...
Líderes mantidos ao fim da Maratona. Sertões avança pelos caminhos de Lampião Líderes mantidos ao fim da Maratona. Sertões avança pelos caminhos de Lampião
Segunda perna da Maratona levou a caravana de Xique-Xique a Petrolina, a 'Capital do Sertão...

“Já estivemos algumas vezes na mesma equipe, inclusive quando naveguei dois anos para o Rodrigo (irmão de Michel). Será muito bom ser navegador do Michel, pela primeira vez no Sertões, ainda mais nesta edição que será 100% no Nordeste. Temos um ótimo carro para encarar o roteiro e a diversão está garantida!”, finaliza Bianchini que no ano passado fechou o rali em 3º na Open e 8º na geral dos carros, pilotando um Buggy V6 4x4.

Roteiro – Em 2021 o Sertões será maior, com nove etapas e cruzará o Nordeste começando pelo Rio Grande do Norte, depois Paraíba, Piauí, Bahia, Alagoas, Ceará e termina em Pernambuco. O roteiro total terá 3.548 km, sendo 2.180 de trechos cronometrados (Especiais). Nesta 29ª edição 203 veículos estarão inscritos no grid – 73 Motos e Quadriciclos, 37 carros e 93 UTVs.

A Bianchini Rally/Power Husky, com sede em Alphaville/Barueri, tem patrocínio da Rock, Army, Borilli Racing e apoio da Hupi, McDonald Pelz, O Mundo de Maria, Bull Sertões, Vedacit, XRally Team, Máfia do Rally e Petrolam. Mais informações: www.bianchinirally.com.br, Facebook @equipebianchinirally e Instagram @bianchinirally

ROTEIRO SERTÕES 2021

Prólogo – Sexta 13/08 – 11 km

1ª. etapa PIPA/RN – PATOS/PB (Sábado 14/08)
82KM TE. 235KM DF. 93,2KM Total= 410KM

2ª. etapa PATOS/PB – ARARIPINA/PE (Domingo 15/08)
27KM TE. 245KM DF. 237KM Total= 509KM

3ª. etapa ARARIPINA/PE – SÃO RAIMUNDO NONATO/PI (Segunda 16/08)
146KM TE. 220KM DF. 38KM TOTAL= 404KM

4ª. etapa S.RAIMUNDO/PI - / S. RAIMUNDO/PI (Terça 17/08)
0KM TE. 306KM DF. 5KM Total = 311KM

5ª. etapa SÃO RAIMUNDO/PI - XIQUE XIQUE/BA (Quarta 18/08) - MARATONA
11KM TE. 329KM DF. 93KM Total= 433KM

6ª. etapa XIQUE XIQUE/BA – PETROLINA/PE (Quinta 19/08) – FIM DA MARATONA
0KM TE. 310KM DF. 146KM Total = 456KM

7ª. etapa PETROLINA/PE - DELMIRO GOUVEIA/AL (Sexta 20/08)
133KM TE. 242KM DF. 60KM Total= 435KM

8ª. etapa DELMIRO GOUVEIA/AL – ARAPIRACA/AL (Sábado 21/08)
7KM TE. 152KM DF. 80KM Total = 235KM

9ª etapa ARAPIRACA/AL - TAMANDARÉ/PE (Domingo 22/08)
190KM TE. 141KM DF. 20KM Total= 351KM

TOTAL GERAL= 3.548KM TOTAL DE ESPECIAIS= 2.180KM

MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki
Foto: Vinicius Branca/Fotop