Como se preparar para o Sertões com um orçamento de até R$ 100 mil

Como se preparar para o Sertões com um orçamento de até R$ 100 mil

O piloto Luis Carqueijo, da equipe Goodyear Trailway, conta como é organizar uma estrutura para participar do maior rally das Américas com um capital relativamente baixo

Pilotos e navegadores vivem a ansiedade dos últimos dias que antecedem a 29ª edição do Sertões, que será realizada entre os dias 13 e 22 de agosto, com largada inédita da Praia da Pipa, na cidade de Tibau do Sul (RN). A chegada será na Praia dos Carneiros, em Tamandaré (PE), após percorrer 3.615 quilômetros em nove etapas. As cidades anfitriãs são Pipa (RN), Patos (PB), Araripina (PE), São Raimundo Nonato (PI), Xique-Xique (BA), Petrolina (PE), Delmiro Gouveia (AL), Arapiraca (AL) e Tamandaré (PE).

A dupla Luis Carqueijo e Igor Quirrenbach de Carvalho, da equipe Goodyear Trailway levará para a competição o projeto Sertões de Zero a $100k, que tem como objetivo mostrar que é possível participar do evento e viver essa experiência com o montante de até R$ 100 mil (valor relativamente baixo quando se trata dos investimentos relacionados ao mundo automobilístico).

A proposta é audaciosa e resgata o espírito dos primórdios do Sertões (década de 1990), no qual a maioria dos competidores participava do evento "na cara e na coragem", sem muitos recursos financeiros. A bordo de uma Mitsubishi L200 Triton Sport R, Carqueijo e Carvalho mostrarão aos fãs do rali cross-country que é possível realizar o sonho de competir no Sertões com baixo custo e, principalmente, como concretizá-lo.

Veja também:

Sertões volta ao mar no último dia para consagrar campeões Sertões volta ao mar no último dia para consagrar campeões
Com o cancelamento da última especial em função das chuvas, competidores farão deslocamento de Arapiraca (AL) a Tamandaré (PE), onde os campeões da...
Chuva muda planos. Campeões do Sertões podem ser conhecidos neste sábado Chuva muda planos. Campeões do Sertões podem ser conhecidos neste sábado
Sexta movimentada no Sertões. Última etapa se transforma em deslocamento. Especial que atravessou o Raso da Catarina provoca alterações na...

"O projeto Sertões de Zero a $100k começa na preparação da estrutura que será utilizada ao longo dos nove dias de rali, mais o prólogo. Esse é o primeiro desafio", comenta Carqueijo.

Preparação

O piloto Carqueijo destaca que a preparação foi dividida em três partes: carro, equipe e toda a parte logística (questões administrativas e promocionais, como a adesivação do veículo).

Um ponto importante no início dos preparativos foi o suporte do experiente piloto e dono da FD Rally Team, Glauber Fontoura que, por meio da empresa FD Stands e Displays, apoiou a equipe Goodyear Trailway.

"A indicação do nosso navegador, o Igor, e a aquisição do carro veio por meio do Glauber. Posso dizer que ele foi o 'fiel da balança' para que pudéssemos iniciar o projeto. Ele nos direcionou a um veículo que havia competido algumas etapas da Mitsubishi Cup (prova de rali de velocidade monomarca), que estava bem conservado e praticamente novo. Com isso, foram necessárias poucas adaptações para deixá-lo apto para o Sertões", explicou Carqueijo.

E o carro escolhido, a Mitsubishi L200 Triton R (desenvolvida especialmente para competições deste tipo) é a chave do projeto. Com custo relativamente maior que todo o orçamento proposto, aproveitar uma oportunidade da própria montadora, foi um facilitador para viabilizar a participação.

"Além da L200 vir preparada com os itens obrigatórios para o Sertões (o que diminuiu os custos com adaptações, a Mitsubishi parcela a compra para aquisição deste modelo. Com isso, os participantes compram o carro de forma parcelada, sem precisar desembolsar o valor total, utilizam o carro para correr e depois colocam a venda. Assim, é possível ter uma picape ideal para participar, com um custo bem menor", esclarece o piloto.

Entre os poucos ajustes exigidos foi a instalação de mais um tanque de combustível de 140 litros (uma vez que o regulamento do Sertões prevê autonomia mínima para 440 quilômetros). Também foi colocado um segundo suporte de estepe (a exigência é ter dois pneus adicionais no carro), além de equipamento de navegação, hodômetros digitais – um conectado à roda e outro por GPS -, rádio de comunicação e sistema de hidratação para os tripulantes.

No apoio mecânico foi necessário montar um time enxuto. "Desta forma, partiremos para essa aventura com três apoios, sendo dois mecânicos e um logístico. Ainda, contaremos com um especialista em mídias, enviado pela Goodyear que, obviamente não faz parte deste orçamento. Ele registrará os conteúdos da nossa participação para divulgar nas mídias sociais, de forma que o máximo de pessoas possível tenham acesso a essa informação e busquem realizar o sonho de participar do Sertões", destaca o competidor.

Pneus para suportar os piores obstáculos

Outro fator crucial foi a escolha dos pneus da picape, que precisam ser resistentes aos tipos de obstáculos que serão superados. Ao longo de todo o Sertões, as características de terreno são bem variadas – apresentando pedras, cascalhos, erosões, trial, areia, setores de piso batido etc. –, o que pede pneus "completos", resistentes e de alta performance.

"Os pneus foram escolhidos estrategicamente pela capacidade de tração e por serem altamente voltados para o off-road. Então, optamos pelo Goodyear Wrangler MT/R Kevlar, que possui resistência a corte e furos", ressalta o piloto.

Expectativa

Como requer o escopo do projeto Sertões de Zero a $100k, a ideia é fazer com que a dupla alcance o final da prova sem grandes aspirações e, para Carqueijo, este é o principal objetivo.

"A nossa intenção e motivação é chegar ao final da competição com o carro mais íntegro possível. Até porque esta é a ideia do projeto: com um orçamento de baixo custo, conseguir participar e vivenciar o Sertões. E mesmo sendo uma prova de velocidade, que exige um pouco mais do carro, grandes reparos não estão no planejamento e nem são esperados, por isso teremos muita cautela. Ficarei feliz pelo simples fato de levar o carro até o final do percurso", encerrou o piloto.

Siga-nos nas redes sociais e acompanhe essa aventura em tempo real:

@sertoes_zero_a_100k
@goodyear_brasil
@trailway_offroad
@sfichips
@ompracingbrasil
@fddisplays
@luisfcarqueijo
@igorquirrenbach

A equipe Goodyear Trailway é patrocinada pela Goodyear e Trailway, com apoio de FD Stands e Displays, OMP Racing e SFIChips

Isis Moretti
Liberdade de Ideias