No duelo dos irmãos Baumgart, Marcos vence etapa e Cristian enfrenta 50 graus no carro

No duelo dos irmãos Baumgart, Marcos vence etapa e Cristian enfrenta 50 graus no carro

Atual campeão imprimiu forte ritmo no terço final da prova para superar o irmão e estender sua liderança;

já os tricampeões da prova ficaram sem ar condicionado já no início do trecho desta terça-feira em São Raimundo Nonato (PI)

Os competidores enfrentaram nesta terça-feira (17) a quarta das nove etapas do Sertões 2021. Foram 320 quilômetros de trecho que começou e terminou em São Raimundo Nonato, no Piauí, o que facilitou a logística e promoveu um maior descanso para as equipes enquanto pilotos e navegadores enfrentavam a especial.

E na disputa interna da X Rally Team, Marcos Baumgart e Kleber Cincea voltaram a vencer quando pareciam que não completaram a etapa com o melhor tempo. A dupla do Toyota Hilux #301 fez um melhor uso dos pneus para aproveitar melhor o terço final da quilometragem e superar Cristian Baumgart e Beco Andreotti na última parcial do dia, e por apenas 17,5 segundos.

Veja também:

Giovani Bordin finaliza Sertões em quarto na UTV 2 Giovani Bordin finaliza Sertões em quarto na UTV 2
Navegador gaúcho conclui maior rally das Américas entre os 19 UTVs mais rápidos de mais de 90 que largaram na edição deste ano...
Sertões: Terpins/Bianchini são vice-campeões na T1 Brasil. Andujar leva título nos quadris Sertões: Terpins/Bianchini são vice-campeões na T1 Brasil. Andujar leva título nos quadris
Após oito etapas, Bianchini Rally conquista quatro pódios e também o prêmio de Melhor Equipe do grid. O rali terminou em Tamandaré (PE...

“Começou com muito cascalho, pedras e árvores próximas. Achei bem perigoso, e estranhei um pouco o carro no trecho de cascalho porque escolhemos os BF Goodrich de composto macio, que não são os ideais para este tipo de piso. Naquele estágio, não era a escolha mais interessante, porém da metade em diante os pneus entregaram muito desempenho – talvez com o carro mais leve na segunda parte da prova e um piso mais liso. Então acabou ficando melhor e aí na parte final a gente passou a forçar mais”, explicou Marcos, que completou a prova em 4h28min09s8.

Cristian Baumgart e Beco Andreotti superaram muito bem as dificuldades do dia para terminar na segunda posição, apenas 17,5 segundos atrás dos líderes e tendo ponteado a maior parte das parciais do trecho. Um problema elétrico atrapalhou um pouco os planos dos tricampeões do Sertões. “Ficamos sem ar condicionado no segundo quilômetro dos 316 da especial. E isso, no interior do Piauí, é algo muito complicado”, resumiu Cristian. Pelas informações dos engenheiros, a temperatura dentro do cockpit do Toyota Hilux #303 atingiu 50 graus em alguns momentos. Só a cidade de São Raimundo Nonato registrou nesta terça-feira a marca de 33 graus de temperatura ambiente e apenas 23% de umidade relativa do ar.

“Hidratação hoje foi a chave para chegarmos no final. Especial difícil, com muito calor. Muito fechada por árvores, estreita, e em outras fases muito lisa e rápida. Boa de se andar, mas não sem ar condicionado. Levamos susto o tempo todo, mas no Sertões se você não leva susto quer dizer que não está rápido o suficiente”, completou. A diferença entre os líderes no acumulado geral sobe para 2min38s4.

Sylvio de Barros e Rafael Capoani fecharam o dia com a quarta posição. Nas X Rally Ranger, Adroaldo Weisheimer e Fred Budtikevitz terminaram em sexto, com Mauro Guedes e Eduardo Bampi em oitavo e assumindo a liderança na classe T1 Brasil, tendo em nono e como novos vice-líderes da categoria a dupla formada por Michel Terpins e Fabrício Bianchini. Pedro e Patrick Prado terminaram a quarta etapa na 12ª colocação, com o Can-Am Maverick de Gunter Hinkelmann e Neurivan Calado em 13º; Zeca Sawaya e Eduardo Gouveia completaram o dia na 17ª posição com o X Rally X10, enquanto Fernando Rosset tiveram uma quebra e não completaram a especial de hoje.

O Sertões deixa São Raimundo Nonato nesta quarta-feira (18) para a primeira parte da etapa maratona, na qual as equipes não podem realizar nenhum tipo de manutenção nos veículos. O destino será a Bahia, na cidade de Xique Xique, uma etapa de 433 quilômetros – 330 deles cronometrados.

Resultado extra-oficial – Etapa 4:
(Carros da equipe X Rally Team)

1. #301 MARCOS BAUMGART/KLEBER CINCEA (TOYOTA HILUX IMA 2021), 4h28min09s8
2. #303 CRISTIAN BAUMGART/BECO ANDREOTTI (TOYOTA HILUX IMA 2021), 4h28min27s3
4. #315 SYLVIO DE BARROS/RAFAEL CAPOANI (TOYOTA HILUX IMA 2021), 4h38min20s8
6. #304 ADROALDO WEISHEIMER/FRED BUDTIKEVITZ (X RALLY RANGER), 4h41min48s5
8. #314 MAURO GUEDES/EDUARDO BAMPI (X RALLY RANGER), 4h45min47s8
9. #322 MICHEL TERPINS/FABRICIO BIANCHINI (X RALLY RANGER), 4h49min12s4
12. #326 PEDRO PRADO FILHO/PATRICK FARKOUH (X RALLY RANGER), 5h02min55s1
13. #309 GUNTER HINKELMANN/NEURIVAN CALADO (CAN-AM MAVERICK X3), 5h03min06s7
17. #379 JOSE SAWAYA/EDUARDO GOUVEA (X RALLY TRITON X10), 5h11min18s3
NC. #330 FERNANDO ROSSET/MARCELO HASEYAMA (X RALLY RANGER), --

Resultado acumulado dos carros da X Rally Team após a quarta etapa:

1. 301 MARCOS BAUMGART/KLEBER CINCEA (TOYOTA HILUX IMA 2021/X RALLY TEAM), 14h45min49s8
2. 303 CRISTIAN BAUMGART/BECO ANDREOTTI (TOYOTA HILUX IMA 2021/X RALLY TEAM), a 2min38s4
3. 315 SYLVIO DE BARROS/RAFAEL CAPOANI (TOYOTA HILUX IMA 2021/X RALLY TEAM), a 18min55s
6. 314 MAURO GUEDES/EDUARDO BAMPI (X RALLY RANGER/X RALLY TEAM), a 55min18s4
8. 322 MICHEL TERPINS/FABRICIO BIANCHINI (X RALLY RANGER/X RALLY TEAM), a 1h18min19s6
10. 309 GUNTER HINKELMANN/NEURIVAN CALADO (CAN-AM MAVERICK X3/X RALLY TEAM), a 1h31min12s1
13. 326 PEDRO PRADO FILHO/PATRICK FARKOUH (X RALLY RANGER/X RALLY TEAM), a 2h07min53s1
14. 304 ADROALDO WEISHEIMER/FRED BUDTIKEVITZ (X RALLY RANGER/X RALLY TEAM), a 2h16min02s1
20. 379 JOSE SAWAYA/EDUARDO GOUVEA (X RALLY TRITON X10/X RALLY TEAM), a 3h55min32s0
NC. 330 FERNANDO ROSSET/MARCELO HASEYAMA (X RALLY RANGER/X RALLY TEAM), --

O roteiro do Sertões 2021: 5ª ETAPA: 18 de agosto (quarta-feira)
SÃO RAIMUNDO NONATO (PI) – XIQUE XIQUE (BA)
(INÍCIO DA MARATONA)
DI: 11 km
TE: 329 km
DF: 93 km
TOTAL: 433 km

6ª ETAPA: 19 de agosto (quinta-feira)
XIQUE XIQUE (BA) – PETROLINA (PE)
(FIM DA MARATONA)
DI: 0 km
TE: 310 km
DF: 146 km
TOTAL: 456 km

7ª ETAPA: 20 de agosto (sexta-feira)
PETROLINA (PE) – DELMIRO GOUVEIA (AL)
DI: 133 km
TE: 242 km
DF: 60 km
TOTAL: 235 km

8ª ETAPA: 21 de agosto (sábado)
DELMIRO GOUVEIA (AL) – ARAPIRACA (AL)
DI: 7 km
TE: 152 km
DF: 80 km
TOTAL: 235 km

9ª ETAPA: 22 de agosto (domingo)
ARAPIRACA (AL) – TAMANDARÉ (PE)
DI: 190 km
TE: 141 km
DF: 20 km
TOTAL: 351 km

TOTAL GERAL: 3.548 km
TOTAL DE ESPECIAIS: 2.180 km

Site Oficial X Rally Team
Instagram: @xrallyteam

Cleber Bernuci / Caio Scafuro
Foto: Marcelo Maragni/Fotop