Cross Country

Campeonato Brasileiro de Rally

Equipe Mitsubishi Petrobras, com Carlos Sousa e Paulo Fiuza, conquista 66 posições no Dakar

Dupla fez corrida de recuperação e acelerou forte no terceiro dia de prova; João Franciosi e Gustavo Gugelmin fizeram ótima prova e conquistaram 38 colocações
Uma etapa para não tirar da memória. Depois de largar em 93o, a dupla Carlos Sousa e Paulo Fiuza, da Equipe Mitsubishi Petrobras, fez uma etapa inesquecível e terminou o dia na 27a lugar. A dupla conquistou 66 posições e agora irá largar em uma melhor colocação. "Começamos e acabamos o trecho debaixo de chuva. Mas deu para desempenharmos um bom ritmo. O ASX Racing se comportou muito bem e nos ajudou a conquistar essa posição", comentou Carlos. "As ultrapassagens foram relativamente fáceis hoje. Passamos muitos carros, mesmo com o piso escorregadio. O interessante é que durante toda a especial tinha muito público assistindo e isso dá ainda mais motivação", completa. João Franciosi e Gustavo Gugelmin também fizeram uma prova inesquecível e ganharam 38 posições. "Largamos com muita chuva, até achei que fossem cancelar novamente ou atrasar a partida. Mas o João anda muito bem em piso escorregadio e isso foi determinante. No meio da prova estava seco, pegamos poeira e ficamos muito tempo atrás de outros competidores. No trecho final, voltamos a pegar piso escorregadio. Mas hoje deu para terminar com o pé direito e amanhã vamos largar em uma posição favorável. Com isso, podemos andar mais livres e tirar mais potência do ASX Racing", explicou Gugelmin. Infelizmente, Guilherme Spinelli e Youssef Haddad abandonaram a prova. A dupla teve um problema durante o trecho cronometrado que os impediu de completar o dia. Eles receberam assistência da equipe de apoio para chegar ao acampamento em San Salvador de Jujuy. De acordo com o regulamento, não é permitido aos competidores receber auxílio externo e, por isso, tiveram que dizer adeus ao Dakar 2016. "As consequências de ter entrado água no motor naquele rio do prólogo foram maiores que imaginávamos. Hoje o motor superaqueceu água e óleo. Levamos administrando até onde deu, mas faltando 80 km para o fim não deu mais para seguir. Não tivemos como terminar a especial e por isso é fim de prova", lamenta Spinelli. Etapa 4 - 06 de janeiro
San Salvador de Jujuy - San Salvador de Jujuy (ARG)
Deslocamento: 200 km
Especial: 429 km
Total: 629 km Nesta quarta-feira, começam os trechos em altitude no Rally Dakar. A prova será realizada a 3.500 metros, com constantes mudanças no ritmo devido à alternância entre terrenos arenosos e repletos de pedras. A etapa será um laço, com largada e chegada em San Salvador de Jujuy, na Argentina. Isso facilita muito para as equipes de apoio, que não terão que fazer deslocamentos. A Equipe Mitsubishi Petrobras tem o patrocínio de Mitsubishi Motors, Petrobras, FMC, Axalta, Protune e Projeto Sign. Acompanhe a Equipe Mitsubishi Petrobras:
Site: www.mitsubishipetrobras.com.br
Facebook: www.facebook.com/EquipeMitsubishiBrasil
Twitter: www.twitter.com/eqpmitsubishibr
YouTube: www.youtube.com/eqpmitsubishibr
Instagram: @equipemitsubishipetrobras Dakar dia a dia
06/01: Jujuy - Jujuy
07/01: Jujuy - Uyuni
08/01: Uyuni - Uyuni
09/01: Uyuni - Salta
10/01: Dia de descanso em Salta
11/01: Salta - Belén
12/01: Belén - Belén
13/01: Belén - La Rioja
14/01: La Rioja - San Juan
15/01: San Juan - Villa Carlos Paz
16/01: Villa Carlos Paz - Rosario Imprensa MIT
Foto: Gustavo Epifânio / Mitsubishi