Cross Country

Campeonato Brasileiro de Rally

RN 1500: Fabrício Bianchini/Caio Santos chegam a Currais Novos em quarto na Protótipos T1

Bianchini Rally aprova o percurso desafiador da etapa 2 do tradicional rali do Rio Grande do Norte. Neste sábado (23) larga às 13h26 para 111 km de Especial com mais pedra e erosões
Cento e sessenta e quatro quilômetros de trechos cronometrados (Especial) de puro Cross Country e adrenalina. Foi desta maneira que Fabrício Bianchini e Caio Santos definiram o segundo dia de disputa do RN 1500, tradicional prova do Rio Grande do Norte, que teve início na última quinta-feira e termina neste domingo (24) na capital potiguar. A dupla da Bianchini Rally fechou a segunda etapa, disputada na sexta-feira (22), na quarta posição da Protótipos T1 e em nono na geral, ao completar a Especial entre Guamaré e Currais Novos em 2h40m50s. E neste sábado (23) largam às 13h26, do Parque de Apoio, rumo ao terceiro dia. Após competir por 11 anos o RN 1500 nas motos, nesta 18ª edição Bianchini resolveu encarar desafios maiores e estreou como piloto de um T-Rex (#340). Já o navegador Santos disputa pela primeira vez a prova e estreia no Rally Cross Country. Apesar da novidade, a dupla andou as três últimas temporadas na Mitsubishi Cup, campeonato com outra configuração de provas curtas e muito rápidas, mas que serviu de "escola" para aprimorar algumas técnicas de pilotagem e navegação. O piloto ficou satisfeito com o desempenho e por terminarem a etapa entre os Top 10 da geral, pois na quinta-feira (21) tiveram um incidente e não completaram a prova. "Comecei mais conservador para conhecer melhor o carro, mas a cada quilômetro fui evoluindo e a Especial foi sensacional. Eram muitas pedras, erosões e serras e no final das contas foi divertidíssimo e ainda ficamos em nono na geral. O dia foi ótimo e estou feliz por ter completado e chegado com o carro inteiro, porque o percurso foi bem exigente", ressalta Bianchini, mas conhecido como "Gaúcho" nos grids. Para Santos, cada novidade foi uma emoção diferente, pois nestes dois dias de prova a navegação foi exigida ao extremo. "Isto aqui é sensacional, não é à toa que o RN (1500) é tão elogiado e uma das provas preferidas do calendário nacional", comemora o navegador após completar a primeira Especial no Cross Country. "Hoje (22) tivemos uma sintonia mais fina entre piloto/navegador e a melhora na navegação foi impressionante em relação à ontem, apesar que tenho muito a evoluir. A prova é bem técnica e cheia de adversidades, mas passamos por lugares lindos e a chegada é gratificante. É espetacular tudo isto", completa. Motos - A Bianchini Rally conta também com um piloto na categoria motos, o gaúcho Marcos Colvero (#17) que completou segunda etapa em 2h54m02s na terceira colocação na Production Aberta. No acumulado dos dois dias de prova, Colvero está em quarto no acumulado na categoria. "No primeiro dia cometi alguns erros, mas hoje foi diferente, apesar das pedras deu para andar melhor e mais rápido e me diverti muito. Temos mais dois dias e está sendo uma prova incrível e desafiante", explica o piloto. Os dois primeiros dias do RN 1500 somaram pontos para mais duas etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country para Carros e para o Campeonato Brasileiro de Rally Baja para Motos, Quadriciclos e UTV´s. Neste terceiro dia de prova (23), os competidores farão uma prova em laço, largam e retornam para Currais Novos. Serão mais 111 quilômetros de trechos cronometrados de um total de 191 do percurso do dia. No caminho mais pedras, erosões e adrenalina. O RN 1500 termina no domingo, quando o rali retorna a Natal. Participam da prova carros, motos, quadriciclos e UTVs em um total de 115 inscritos. Mais informações no www.facebook.com/rallyrn1500. Informações sobre a equipe no site www.bianchinirally.com.br e também na página da equipe no facebook.com/equipebianchinirally A Bianchini Rally conta com patrocínio da McDonald Pelz e Vedacit e apoio da Madeira Energy, KTNY Racing, O Mundo de Maria, QT Engenharia, Melnick Even, Level Assessoria, equipes MEM e Bull Sertões Rally Team. A equipe tem sede em Barueri, São Paulo. Resultado Etapa 2 (Guamaré/Currais Novos) - 22/4
Geral Carros - 10 primeiros 1) Luiz Facco/ Humberto Ribeiro (Triton - PR BR), 2h30min58seg
2) Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmim (Trex - T14x4), 2h31min38seg - 1º Protótipos T1
3) Glauber Fontoura/Minae Miyauti (L200 Triton- PR BR), 2h32min10seg
4) Marcos Moraes/Fábio Pedroso (Sherpa - T14x4), 2h33min22seg - 2º Protótipos T1
5) Daniel Rodrigues/Maycon Soares (Sherpa - PR BR), 2h36min44seg
6) Mauro Guedes/Neurivan Barbosa (L200Triton - T14x4), 2h38min23seg - 3º Protótipos T1
7) Gunther Hinkelmann/Vinicius Castro (Proton - PR BR), 2h38min42seg
8) Cristian Domegg/Weidner Santos (Triton - SUP), 2h40min29seg
9) Fabrício Bianchini/Caio Santos (Trex - T14x4), 2h41min20seg - 4º Protótipos T1
10) Cleber Rosa/João Vitor Ribeiro (L200 Proton - PR BR), 2h52min16seg Programação - 18º Rally RN 1500 (Rio Grande do Norte) 23/04 (sábado)
3ª etapa Currais Novos - Currais Novos
11h - Largada
Deslocamento inicial: 32 km
Trecho cronometrado: 111 km
Deslocamento final: 48 km
19h - Briefing 24/04 (domingo)
4ª etapa Currais Novos - Natal
7 h- largada
Deslocamento inicial: 31 km
Trecho cronometrado: 105 km
Deslocamento final: 108 km
14h30 - Chegada
16h30 - Divulgação de resultados
17h00 - Premiação MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki
Foto: Fábio Davini/DFotos