Cross Country

Campeonato Brasileiro de Rally

Fabrício Bianchini e Caio Santos sobem ao pódio ao final do rali potiguar RN 1500

A dupla da Bianchini Rally terminou a competição, no domingo (24), na quarta posição da Protótipos T1. Foram quatro dias de disputas pelo litoral e interior do Rio Grande do Norte
São Paulo, 25 de abril de 2016 - Após percorrerem aproximadamente mil quilômetros pelo litoral e interior do Rio Grande, de quinta-feira a domingo (21 a 24), Fabrício Bianchini e Caio Santos (#340), da Bianchini Rally, finalizaram o rali RN 1500 na quarta posição da categoria Protótipos T1. A estreia com pódio foi muito bem-vinda para a dupla que fez a primeira prova da temporada, a bordo do T-Rex. Nas motos, o piloto Marcos Colvero (#17) terminou na quinta posição da Production Aberta. A quarta e última etapa que largou em Currais Novos e terminou em Natal foi considerada a mais dura do rali. O percurso foi de 244 quilômetros mas o trecho cronometrado (Especial) de 105 castigou os competidores com trechos sinuosos, penhascos, pedras, erosões e serras até chegar ao litoral. Alguns ficaram pelo caminho e não conseguiram completar o dia, como foi o caso de Bianchini e Santos que perderam uma roda no Km 50. "Estávamos mantendo um ritmo forte na prova, sem arriscar o resultado porque a meta era chegar em Natal como no dia anterior (no sábado a dupla fechou em 5º na geral), mas a Especial estava bem exigente a perdemos uma roda e não pudemos continuar. Coisas de rali", explica Bianchini, que após 11 participações no RN 1500 de motos, neste ano estreou na categoria Carros. O RN 1500 é uma prova que reúne competidores de todo o país e uma das referências do calendário nacional por proporcionar em quatro dias os mais diversos tipos de terrenos, um dos motivos também por Bianchini escolher a prova para estrear na categoria. "Tivemos problemas em dois dias, mas foi muito positiva a quarta colocação na categoria. Conhecemos melhor o carro e seus limites, é extremamente competitivo, uma máquina, e foi a melhor preparação que poderíamos ter, uma vez que nosso foco maior será o Rally dos Sertões", diz Gaúcho, como é conhecido nos grids. "A equipe MEM está de parabéns por ter realizado um trabalho exemplar e ter nos entregado o carro em ordem todos os dias", elogia o piloto. Para Santos, estreante na competição, assim como no Rally Cross Country, as novidades foram várias, mas o aprendizado ficará para sempre. "Esses quatro dias foram essenciais e uma superação para mim em relação à marcação de planilha, navegação por GPS, andar em areia pesada e dunas, situações que ainda não havia vivenciado. Que rali fantástico, prova técnica com muitas pedras e erosões e, ainda, terminar com pódio, certamente vai ficar para história essa estreia", relata o navegador, que de 2013 a 2015 formou dupla com Bianchini na Mitsubishi Cup. Motos - O representante das motos na equipe, Marcos Colvero, de Porto Alegre (RS) também vê com bons olhos o resultado. Na última etapa, o piloto ficou em terceiro na Production Aberta e no acumulado dos quatro dias finalizou em quinto na categoria. "Esta será a moto que farei o Rally dos Sertões este ano e não haveria prova melhor para fazer esse ótimo treino. Foi muito válido também porque tive a oportunidade de fazer, primeira vez, uma navegação 100% com GPS nas dunas. No geral o RN foi muito bom, divertido e testou os limites dos pilotos e dos equipamentos também", conclui o piloto da KTM 530 6days. A 18ª edição do RN 1500 contou com 115 participantes das categorias Carros, Motos, Quadriciclos e UTV´s. Os campeões na geral dos Carros foram Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin e, nas Motos, o piloto Reinaldo Azevedo. O rali teve largada e chegada em Natal. Os dois primeiros dias somaram pontos para a terceira e quarta etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country. Mais informações sobre resultados no Facebook: Rally RN1500. Informações sobre a equipe no site www.bianchinirally.com.br e também na página da equipe no facebook.com/equipebianchinirally A Equipe Bianchini Rally conta com patrocínio da McDonald Pelz e Vedacit e apoio da Madeira Energy, KTNY Racing, O Mundo de Maria, QT Engenharia, Melnick Even, Level Assessoria, equipes MEM e Bull Sertões Rally Team.
Resultado RN 1500 após quarto etapas - 24/4 (Natal/Rio Grande do Norte) Geral Carros (11 primeiros) 1) Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmim (Trex - T14x4), 8h30min40seg - 1º Protótipos T1
2) Luiz Facco/ Humberto Ribeiro (Triton - PR BR), 8h44min05seg
3) Marcos Moraes/Fábio Pedroso (Sherpa - T14x4), 8h49min22seg - 2º Protótipos T1
4) Gunther Hinkelmann/Vinicius Castro (Proton - PR BR), 8h52min17seg
5) Mauro Guedes/Neurivan Barbosa (L200Triton - T14x4), 9h16min03seg - 3º Protótipos T1
6) Cristian Domegg/Weidner Santos (Triton - SUP), 9h43min57seg
7) Cleber Rosa/João Vitor Ribeiro (L200 Proton - PR BR), 9h45min49seg
8) Diogo Nasser/Amaury Souza (L200 Triton - SUP), 10h08min57seg
9) Bartolomeu Nunes/Du Sachs (L200 - SUP), 10h15min59seg
10) Alberto Vanderley/Arthur Di Pace (L200 -SUP), 10h48min15seg
11) Fabrício Bianchini/Caio Santos (T-Rex), 11h28mim47seg - 4º Protótipos T1
Motos Categoria Production Aberta (cinco primeiros) 1) Antonio Luiz Maciel Filho (Honda - PDA), 7h50min02seg
2) John Monteath (PDA), 9h13min15seg
3) Ronaldo da Silva (CRF 450 - PDA), 9h18min19seg
4) Ricardo Martins (WR 450 - PDA)), 9h21min23seg
5) Marcos Colvero (KTM 530 - PDA), 9h34min47seg MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki
Foto: Doni Castilho/DFotos