Cross Country

Campeonato Brasileiro de Rally

Rally Rota SC: Primeiro dia com muita técnica em puro cross country

Neste domingo (02) acontece o segundo dia de disputas. A cerimônia de premiação será no Lages Garden Shopping

Lages (SC) - Na manhã deste sábado, 1º, o Rally Rota SC os competidores partiram do parque de apoio no estacionamento externo do Lages Garden Shopping, em Lages/SC, às 8h30 em deslocamento por 38 km até o Restaurante Queijo & Cia em Capão Alto/SC, onde foi dada a largada do certame para 195 quilômetros de trechos cronometrados, depois retornaram em deslocamento final por 62 km para a cidade de Lages.

O primeiro dia de prova – considerado o mais técnico desta edição – aconteceu na região da Serra Catarinense de beleza espetacular e, o roteiro adentrou a Coxilha Rica. Foram mais de três horas de concentração, com pilotos e navegadores enfrentando obstáculos naturais de diversos tipos estabelecidos pela organização, com muitas pedras, cascalho, travessia de riachos, erosões, e ao mesmo tempo, buscando o melhor tempo.

Segundo o piloto Tunico Maciel, da Honda /CRF 450X, o Rally Rota SC começou de forma bastante intensa e difícil. “Me preocupei de não cair porque estava muito liso, mas andei bem procurei navegar tranquilo. Toda a organização está de parabéns, muito bem fechada e um rali de nível técnico altíssimo. A agora é descansar que amanhã tem mais”, descreveu Maciel, de Lavras (MG). Ele luta pelo título da categoria Production Aberta.

Geison Belmont (Can-Am Renegate) fez o melhor tempo nos quadriciclos. “O trajeto testou a eficiência dos competidores. Foi uma especial bem interessante, técnica e cansativa. No ano passado, competi na região e sofri um acidente em uma ponte, mas hoje consegui um bom resultado. Este é o primeiro teste do motor do quadri, só fiz um treino breve no Rio de Janeiro, fazia tempo que não conseguia uma prova perfeita e completar com equipamento em ordem. Para o domingo, espero manter um ritmo constante para manter a posição”, comentou o piloto de Niterói.

Nos UTVs, o piloto paulista Denísio Casarini e o catarinense Luís Felipe Eckel (Can-Am) andaram forte e fecharam com o melhor tempo, seguidos de Lucas Barroso/Breno Rezende e Enrico Amarante/Álvaro Amarante. “Tivemos muita lama, pedra e frio, mas também foi muito divertido com trecho rápidos, técnicos, subidas e descidas, um rali especial para ficar na memória!”, enfatizou o piloto de Belo Horizonte (MG), Gustavo Grossi Lapertosa, que conta com Fábio Zeller na navegação a bordo do UTV Polaris.

No box de Luiz Facco e Humberto Ribeiro é só alegria. A dupla conseguiu fazer uma prova limpa do começo ao fim e garantiu o tempo mais rápido entre os carros. “Estamos bem felizes com o resultado, tivemos um ano difícil porque estamos desenvolvendo um carro novo. Essa foi a primeira vez que conseguimos completar bem, então é muito positivo. Claro que queremos vencer a prova, porém o nosso principal objetivo é sair daqui com a certeza que estamos no caminho certo para ir para o Sertões. Mas é muito bom ganhar!”, mencionou Humberto Ribeiro.

“A prova foi uma de cross country de verdade. O piloto andava muito no visual, tinham vários obstáculos mesmo difícil e alternava bastante, piso duro comlama, lama com eucalipto no escape, com pedra, no trecho tipo de savana a atenção foi redobrada para saber que estávamos no caminho certo”, concluiu o navegador.

Neste domingo, 02, o segundo dia terá uma especial mais rápida e é uma prova completamente diferente. Começa estilo WRC, muita curva de alta, sobe, desce, top. Depois entra em uma região mais travada e quando pensa que está tudo acabando, volta para pedras até o final com o deslocamento até o Lages Garden Shopping.

A largada terá início às 8h15 em Rio Rufino em frente a Prefeitura Municipal. A chegada está prevista para às 12h30, no Lages Garden Shopping, após 225 quilômetros de aventura, completando os 525 quilômetros entre especiais e deslocamentos nos dois dias de disputas. A cerimônia de premiação será na praça de alimentação do Lages Garden Shopping e está prevista para as 14h30.

O grid é formado pelas categorias motos, quadriciclos, UTVs e carros, que marcam pontos para o Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country (7ª e 8ª etapas).

A 6ª edição do Rally Rota Santa Catarina é uma realização da ASCPE -Associação em Prol do Esporte. O patrocínio é da American Oil, Queijo & Cia, Pereira Publicidade Visual, JZago Center, Supermercado Martendal, JA Posto de Ensaio, Kaka Auto Show, Abreu & Garcia Vinhos de Altitude e Zanoello.

O apoio institucional é da Prefeituras Municipais de Lages, Rio Rufino, Bom Retiro, Urupema, Capão Alto, Painel e Bocaína do Sul. Além do apoio do Lages Garden Shopping, Tenco Shopping Centers, Jeep Clube Independentes, Salvamed, Amures - Associação dos Municípios a Região Serrana, Festival de Inverno da Serra Catarina, CDL Lages, FIESC-SESI, Polícia Rodoviária Federal de Santa Catarina e Polícia Militar de Santa Catarina.

A supervisão é da CBM - Confederação Brasileira de Motociclismo, da CBA - Confederação Brasileira de Automobilismo, da FAUESC - Federação de Automobilismo do Estado de Santa Catarina e F.C.M - Federação Catarinense de Motociclismo.

Confira os resutados do Rally Rota SC 2017 - Sábado (primeiros colocados):

Carros

1) #310 Luiz Facco/Humberto Ribeiro, Acelera Siriema, Protótipo T1, 02h46min16
2) #322 Michel Terpins/Beco Andreotti, Mem Motorsport, Protótipo T1, 02h49min24
3) #311 Glauber Fontoura/Minae Miyauti, FD Rally, Pró Brasil, 02h59min46
4) #305 Luís Nacif/Filipe Bianchini, MEM Motorsport, Protótipo T1, 03h00min24
5) #317 Thiago Rizzo/Léo Magalhães, Top Rally Team, Pró Brasil, 03h08min17

*Resultados completos: www.rotasc.raceweb.com.br

PROGRAMAÇÃO - RALLY ROTA SC 2017

Domingo, 02/07

DI – 65 km
DE – 130 km (SS2)
DF – 30 km
Total: 225 km

06h45 - Largada parque de apoio
Local: Lages Garden Shopping
08h15 – Largada na prova (Especial)
Local: Rio Rufino – Em frente a Prefeitura
12h30 – Previsão de chegada
14h30 - Cerimônia de premiação
Local: Lages Garden Shopping

SIG Comunicação
Silvana Grezzana Santos
Foto: Doni Castilho/Dfotos