A nova relação do RallyBR com as redes sociais

A nova relação do RallyBR com as redes sociais

User Rating: 5 / 5

Os melhores recursos das outras redes, concentrados na nossa rede. Crie seu perfil em rallybr.com.br/rede

 

Temos consciência que o papel principal do site é a divulgação do rally. Mas não é a única. De um lado temos que tentar atender as demandas do público, de outro atender a demanda dos praticantes.

Depois de mais de 13 anos trabalhando o mesmo assunto na internet, temos uma visão mais clara das possibilidades de alcance e conquista de público, organicamente (sem monetização). Vivemos uma parte pré-redes sociais e mais intensamente esta fase das redes sociais.

Desde o início tentamos explorar os melhores recursos de cada rede social, para nunca ficar refém de uma ou outra e de quebra, resolver problemas que não são possíveis sem um forte investimento financeiro. O processamento de vídeo, principalmente, ainda é uma barreira longe de ser ultrapassada.

Rally e seu apelo ao grande público

Pra quem é do meio, perguntar se rally é atraente para qualquer tipo de pessoa, é chover no molhado. Nós somos muito passionais e pouco racionais para entender este alcance.

Nós mantemos por bastante tempo algumas comunidades e sabemos quando algum número de outras comunidades exclusivas de rally, também são legítimos. Uma página na mesma rede ter mais de 10 vezes nosso número de seguidores e a mesma ou menor performance nas publicações, é um pequeno estudo de caso.

Qualidade X Tempo

Outra preocupação sempre presente no nosso trabalho é manter uma boa relação entre agilidade e a qualidade do conteúdo, driblando as limitações: equipe pequena, logística confusa e a própria condição dos locais que visitamos (velocidade de internet, ausência de estrutura etc.).

Talvez esta seja a melhor razão para a criação da nossa rede social de mídia própria. Otimizar nosso tempo, construindo a nossa própria comunidade.

Nova utilização das redes sociais

Nas grandes redes, o alcance orgânico está morrendo. Os algoritmos estão mudando toda a hora e as timelines cada vez mais lotadas de distrações, como notícias enganosas, sensacionalismo barato, memes, milhares de anúncios e iscas de cliques. Isso sem mencionar o aspecto psicológico, com cada vez mais pessoas reclamando, por quaisquer motivo, nos murais alheios. Está muito mais fácil engajar pessoas contra algo, do que a favor.

Somente como exemplo, no Facebook, o alcance de conteúdo orgânico está girando entre 1 a 2% da nossa audiência, o que deve se repetir nas demais redes, pois todos os modelos seguem a receita de anúncios. Tentando fugir deste modelo financiado, temos as apelações por cliques com conteúdos irrelevantes.

Nós entendemos que somente números, uma busca louca por somar seguidores, cliques, nunca vai retratar a realidade. A busca tem de ser por uma audiência de qualidade também.

Analytics70% dos nossos acessos são independentes de redes sociais

Mas como já mencionado, redes sociais globais oferecem recursos que dificilmente uma plataforma própria implementaria, sem um grande investimento. Investimento esse, que não se mostraria inteligente.

Então vamos continuar utilizando canais existentes para veicular conteúdo.

1. Facebook: Apesar de atualmente ser um dos locais mais evitados por muitas pessoas, por diversos motivos justos, nossa maior base de seguidores está lá. Como também oferece bons recursos para transmissão de vídeo ao vivo, continuaremos com a utilização deste recurso.

2. Youtube: Processamento e hospedagem de vídeo não é para qualquer servidor (ou fazenda de servidores). Vamos continuar hospedando vídeos na plataforma.

3. Instagram: Seria uma rede totalmente inadequada, se não fosse uma das mais utilizadas pelo nosso público. Possui ferramentas de divulgação em formatos rápidos, como os Stories, que vamos continuar utilizando.

4. Twitter: Talvez a que forneceu, por mais tempo, a ferramenta necessária para o formato pretendido nas nossas coberturas online: notas rápidas. Mas algumas novidades da rede restringem a sua utilização. Por exemplo: nós utilizamos uma timeline do Twitter embutida dentro da página da cobertura em nosso site. Mas a rede passou a exigir o acesso à sua rede/aplicativo para visualizar o conteúdo, gerando vários cliques extras.

Rede RallyBR

Inicialmente, em fase beta, a rede está permitindo realizar as primeiras experiências com o novo formato de cobertura dos eventos, com maior controle e dando continuidade na interação com o público.

Crescimento

Com o tempo esperamos entender melhor as necessidades da nossa comunidade, aumentando as possibilidades. Mas hoje já é possível qualquer pessoa criar posts divulgando o seu trabalho, equipe e produtos.

Faça a sua parte, criando o seu perfil, criando postagens e divulgando você e a nossa rede para os seus contatos.

Curtir
Curtir
Aí Sim!
Amei
#chatiado
PQP!
#tixti