Paranaenses continuam líderes no Brasileiro de Rally, apesar da quebra

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

O Rali de Rio Negrinho, em Santa Catarina, durou apenas três quilômetros para a dupla Sandro Suptitz/Eduardo Ortolan, de Cascavel, no Paraná

CASCAVEL (PR) – O Rali de Rio Negrinho, 4ª etapa do Campeonato Brasileiro de Rali de Velocidade durou apenas três quilômetros para a dupla Sandro Suptitz/Eduardo “Lobinho” Ortolan. O motor do Gol da equipe Cascavel Motorsport quebrou logo no início da etapa de Santa Catarina, frustrando a expectativa de vitória da dupla paranaense. Mas mesmo assim eles mantiveram a liderança da categoria RC4, com os 33 pontos que tinham acumulado nas etapas anteriores.

A categoria RC4 teve o domínio dos carros Peugeot. A dupla José Barros Neto/Leonil Zanoello venceu com um Peugeot 207, com o tempo de 1h44m21. Em segundo se classificou Luiz Poli/Damon Alencar (Peugeot 206), com 1h47m16; em terceiro, a dupla Emerson Cavassin/Rafael Frasson (Peugeot 207), com 1h55m14.

Frustrado por ter abandonado a competição logo no início, o navegador Eduardo Ortolan diz que o único consolo é manter a liderança do campeonato, porém agora com uma vantagem de apenas cinco pontos. “Foi uma pena, o carro mostrava-se competitivo e a prova foi fantástica, muito bem organizada e com especiais muito boas”, diz Eduardo Ortolan.

Veja também:

Paulista Fabiano Botelho assume 3º posição da RC4 no Brasileiro de Rally de Velocidade Paulista Fabiano Botelho assume 3º posição da RC4 no Brasileiro de Rally de Velocidade
Piloto disputou no final de semana a quarta etapa da temporada, na cidade de Rio Negrinho, SC...
Rally de Velocidade: Victor Corrêa defende liderança do Brasileiro Rally de Velocidade: Victor Corrêa defende liderança do Brasileiro
Victor Corrêa e Bruno Scarpelli venceram a última prova disputada...

Já o piloto Sandro Suptitz argumenta que quebras fazem parte da imprevisibilidade das competições a motor e o importante agora é pensar na próxima etapa, que será no Paraná, com a realização do Rali da Graciosa, no dia 18 de novembro. A prova será na região Metropolitana de Curitiba, com especiais da Serra da Graciosa. “A decisão será no Paraná e esperamos confirmar o título em casa”, finaliza Suptitz.

A equipe Rali Cascavel Motorsport tem apoio de Fusão Solar, Auto Posto Texas, Auto Escola Senna, Beux Import e Export, Moinho Rio Azul, Cervejaria Providencia, Bar do Didi, Yokohama Pneus – Tire Shop, Mizuno Óculos, Incafibra, Rei do Pão e Ótica Curitiba. Apoio mecânico da empresa Rally Center.

Luiz Aparecido da Silva
Foto: Edson Castro

Classificados



Paceria Oficial