Velocidade

Campeonato Brasileiro de Rally

Santa Maria estreará quadriciclos em provas do Gaúcho de Rali

Novidade poderá ser conferida na etapa final do Campeonato, que acontecerá em novembro A região de Santa Maria viverá emoções em alta velocidade nos dias 28 e 29 de novembro, quando a cidade receberá a etapa final do Campeonato Gaúcho de Rali de Velocidade, com rodada dupla e direito a decidir o título em todas as categorias da competição.
Além do próprio atrativo que será a decisão do campeonato, outra novidade em santa Maria serão os quadriciclos. Esta categoria será disputada pela primeira vez na história da competição. Uma novidade que promete levar grande quantidade de quadris para a pista. Esta categoria já é conhecida de grandes competições, como o Dakar e o Rally dos Sertões. O piloto de Santa Maria, Fabiano Teixeira foi o primeiro a garantir presença no grid de largada da prova. Para ele, esta será uma grande novidade para o mundo off road da região de Santa Maria. “O que não necessariamente é uma novidade para a nossa modalidade, já que ela é competida nacionalmente e mundialmente há bastante tempo. Para os pilotos de Santa Maria a novidade vai ficar por conta das regras e do regulamento, porque para muitos como eu, nunca participamos da modalidade rali velocidade, mas não vejo isso como dificuldade para que seja um excelente evento e uma boa prova para todos competidores”, aponta Teixeira.
Segundo ele, esta promete ser uma prova diferente dos tradicionais “trilhões” feitos por muitos competidores de quadris. “Os trilhões acontecem em trilhas e não em estradas como é o caso do rali velocidade, onde vamos largar e andar no trajeto de ''mão na lata''. Nos trilhões não se anda dessa forma e sim em trilhas com outros obstáculos e em velocidades bem mais baixas”, pondera o piloto. Mas a mudança não deve alterar muito a preparação dos competidores dos quadriciclos para competir em uma prova de rali de velocidade. “Somente ajuste de pressão de pneus, geometria e combustível, visando a perenidade da utilização a pleno em rotação máxima do motor nos trechos de especiais, ou seja em quinta marcha o tempo todo, na rotação máxima do motor”, completa Fabiano Texeira. História no automobilismo
Fabiano Teixeira conta que aos 14 anos participou de sua primeira competição em motos. “Foi uma prova no parque Oasis, organizada pelo nosso atual presidente do Trail Club Coração do Rio Grande, eu o piloto Marcelo Buda Back, que vai competir com um Yamaha Raptor 700 na Força Livre nesta etapa de Santa Maria. Depois comecei a brincar com arrancadas de carro. Logo começamos a competir nos Jeep Raid com uma equipe da Veisa onde participamos nos estados do RSs PR e SC. No início dos anos 90 migrei para as motos de asfalto onde comecei a competir pela Braida Motos e Competições onde fui bicampeão Gaúcho, três vezes vice e conquistei quatro terceiros lugares em arrancadas de motos, nas categorias 250cc e 450cc”, explica Teixeira. Em 1996 vieram os jet skis. “Começamos a organizar e competir no campeonato Oásis de Jet Sk,i uma espécie de campeonato gaúcho, já que não existia mais o Estadual de jet ski. Depois, em 2000, voltei para as moto de trilha onde fiquei até 2010. Foi quando timei gosto pelos quadriciclos e continuo até hoje”, diz Teixeira. Na galeria de troféus, o piloto tem nada menos que 400 taças e medalhas. “Lembranças de tudo que competi até hoje”, completa. O Rali de Santa Maria A prova de Santa Maria terá no sábado, 28 de novembro, o reconhecimento das especiais por parte dos competidores, pela manhã. Já a tarde será a vez de largar para a primeira das duas corridas que acontecerão ao longo do final de semana.
No domingo, 29, pela manhã, haverá o segundo dia de competições. Mais informações como, lista de inscritos e programação oficial, podem ser encontradas no site oficial do evento, www.rallysm.com.br. O parque de apoio, com os boxes das equipes, ficará junto ao Centro de Eventos da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). A novidade A novidade do Rally Santa Maria 2015 é a prova experimental de Rally de Quadriciclos que será disputada junto com as etapas do campeonato gaúcho de rally velocidade. Os quadriciclos serão divididos em quatro categorias: ⁃ Quadri 1 - quadriciclos 4x2 ou 4x4 com até 450cc - exceto suspensão traseira independente ⁃ Quadri 2 - quadriciclos 4x2 ou 4x4 com até 650cc, suspensão livre - exceto uso de corrente ⁃ Quadri 3 - quadriciclos 4x2 ou 4x4 com até 850cc, suspensão livre, eixo de tração livre ⁃ Quadri 4 - quadriciclos 4x2 ou 4x4 Força Livre, acima de 850cc Para as categorias Quadriciclos os participantes devem portar os seguintes documentos:
• CNH válida;
• Informações da Ficha de Inscrição;
• Nota fiscal do veículo de competição ou documento do veículo. A prova seguirá os mesmo moldes do rali velocidade, ou seja, será disputadas em estradas totalmente fechadas onde no sábado pela manhã os competidores terão a oportunidade de realizarem o levantamento das especiais. No sábado e no domingo a tarde serão realizadas as duas etapas do Rally Santa Maria. O valor de inscrição é de R$ 300,00. Prime Comunicação
Edson Castro