Volta a Araucária, rally 4x4 e sotaque estrangeiro em terras paranaenses

Volta a Araucária, rally 4x4 e sotaque estrangeiro em terras paranaenses

Categoria mais forte do Brasileiro de Rally tem competidores que já fizeram história na corrida

A volta da cidade de Araucária, PR, ao calendário do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade também é uma espécie de sessão nostalgia para vários competidores. Na categoria mais forte, a Rally 2, dos carros de tração 4x4, vários já andaram na corrida que no passado integrou eventos internacionais como o Intercontinental Rally Challenge (IRC) e o Rally Graciosa.

O piloto Julio Romi leva ao Rally Araucária o sotaque espanhol. Ele é uruguaio, embora esteja no Brasil há muitos anos e lembra de ter competido pela primeira vez na região de Araucária ainda no início dos anos 2000. “Sempre grandes disputas, muito bem organizadas. Já tive a felicidade de competir ali tanto entre os carros de tração 4x2, quanto 4x4”, recorda.

A dupla campeã do Brasileiro de 2020, Claudio Rossi e Eduardo Tonial também já passaram pela região. Primeiro foi o piloto, que competiu nos final dos anos 1990 e início dos anos 2000. “Só tenho boas lembranças dos rallys ali naquela região. O piso é fantástico, tenho muita vontade de voltar a competir em Araucária”, acrescenta Cláudio.

Veja também:

Equipe do Paraná retoma disputa do Brasileiro de Rally em SC Equipe do Paraná retoma disputa do Brasileiro de Rally em SC
Pérci Hultman e Juliano Zerbinato competem na etapa de Rio Negrinho no próximo final de semana...
Rafael Tulio defende a liderança do Brasileiro de Rally em Rio Negrinho Rafael Tulio defende a liderança do Brasileiro de Rally em Rio Negrinho
Etapa catarinense marca o meio da temporada 2021 do certame nacional...

Para os gaúchos Juliano e Rafael Sartori as lembranças são marcos da própria história da dupla. “Araucária sempre nos trás boas lembranças, com ótimas corridas, já vencemos lá e voltar certamente é muito gratificante”, pondera Juliano.

O maior campeão do Brasileiro entre os 4x4, Ulysses Bertholdo também já marcou seu nome na história dos rallys em Araucária. “É uma corrida com ótimo piso, bastante escorregadio, particularmente gostou muito deste tipo de situação, um rally muito técnico e sempre muito bom de andar”, completa.

O Rally Araucária

A cidade de Araucária, no PR, que fica na região metropolitana de Curitiba, volta ao calendário do Campeonato Brasileiro após sete anos. A última vez que o esporte passou pela cidade foi em 2014.

Neste ano, em função da pandemia da Covid-19, não haverá presença de público. A programação do Rally começa na sexta-feira, dia 30, com os competidores realizando os reconhecimentos das especiais, trechos onde a corrida será disputada.

No sábado e domingo, 31 de julho e 1º de agosto, serão disputadas 12 especiais, seis em cada dia, passando por alguns lugares já disputados nas edições anteriores mesclando algumas novidades.

Serviço:

O que: Rally Araucária
Onde: Araucária – PR
Quando: dias 30 e 31 de junho à 1º de agosto
Cobertura especial e mais informações: www.rallybr.com.br

Programa do Rally

Quinta-feira, dia 29 de julho

12h – Abertura do Parque de Apoio

Sexta-feira, dia 30 de julho

7h30 – Abertura da Secretaria de Prova
7h45 – Início do reconhecimento das especiais pelos competidores
8h - Limite para apresentação para a Vistoria Técnica - cat. Rally 2
9h - Limite para apresentação para a Vistoria Técnica - cat. Rally 4
10h - Limite para apresentação para a Vistoria Técnica - cat. Rally 5
11:30h - Início da 2ª Vistoria Técnica – todas as categorias (com multa)
17:30h - Fim do reconhecimento das especiais

Sábado, dia 31 de julho

10h42 – Largada da SS Roça Velha 1 – 20km29
11h07 – Largada da SS Taquarova 1 – 3km03
11h32 – Largada da SS Roça Velha 2 – 20km29
13h30 – Largada da SS Taquarova 2 – 3km03
13h45 – Largada da SS Roça Velha 3 – 20km29
14h10 – Largada da SS Taquarova 3 – 3km03

Domingo, dia 1º de agosto

8h25 – Largada da SS Campestre 1 – 19km50
8h55 – Largada da SS Taquarovinha 1 – 3km03
9h20 – Largada da SS Campestre 2 – 19km50
11h35 – Largada da SS Taquarovinha 2 – 3km03
11h55 – Largada da SS Campestre 3 – 19km50
12h25 – Largada da SS Taquarovinha 3 – 3km03

Prime Comunicação
Texto e foto: Edson Castro