Brasileiro de Rally de Velocidade começou com desafio extremo no Rally Pomerode

Brasileiro de Rally de Velocidade começou com desafio extremo no Rally Pomerode

User Rating: 5 / 5

Edição histórica foi a realização de uma parceria entre os organizadores de Pomerode (SC), Estação (RS) e Curitiba (PR)

 

Antes da decisão de paralisação preventiva dos eventos de automobilismo no Brasil, o Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade deu a sua largada em Santa Catarina no último sábado (14 de março), com a 10º edição Rally Pomerode, marcando o seu retorno ao calendário da modalidade.

O rally que já era considerado extremamente técnico, desta vez se mostrou implacável. Além da nova configuração, com uma especial (trecho cronometrado) de recordistas 32 Km de extensão, o forte calor registrado também colocou à prova o preparo físico dos competidores.

Veja também:

Evandro e Juliano destacam estreia no Brasileiro e Rally 2020 Evandro e Juliano destacam estreia no Brasileiro e Rally 2020
Dupla teve problemas mecânicos na 1ª etapa, em SC e agora aguarda sequência da temporada após efeito coronavírus...
Bertholdo e Dalmut retornam aos rallys com vitória na abertura do Brasileiro Bertholdo e Dalmut retornam aos rallys com vitória na abertura do Brasileiro
Dupla celebra conquista dos primeiros pontos na competição após prova exaustiva em SC...

A primeira passagem nos dois trechos foi a mais seletiva, deixando de fora oito das dezenove duplas que largaram, em sua maioria, por quebras mecânicas. Depois de três loops, apenas 10 duplas concluíram a prova.

Na categoria Rally 2 (tração 4x4) o pódio foi dominado por duplas gaúchas: 1º Ulysses Bertholdo/Marcelo Dalmut (Mitsubishi Lancer Evo X), 2º Milton Pagliosa/Vinicius Anziliero (Mitsubishi Lancer Evo X) e 3º Juliano Sartori/Rafael Sartori (VW Polo Maxi Rally). Já as categorias 4x2 foram dominadas por paranaenses: Maurício Neves/Leandro Ferrarini (VW Gol) venceu na categoria Rally 4 (4x2 com preparação) e Perci Hultmann/Juliano Zerbinato (Peugeot 207) na Rally 5 (4x2 com preparação limitada).

"Estou muito feliz de ter conseguido realizar este 'rallyzão', quero agradecer todos os pilotos que acreditaram em mim", disse o piloto local Rafael Tulio, que experimentou na pele a função de organizador e contou com as parcerias dos clubes de Curitiba (PR) e Estação (RS), que foram primordiais na segurança e direção da prova catarinense.

Assim como todo o automobilismo nacional, o Rally de Velocidade vai passar por uma pausa no calendário original, que será reformulado para a realização dos eventos em novas datas.

Foto: Edson Castro

Curtir
Curtir
Aí Sim!
Amei
#chatiado
PQP!
#tixti
0
0
0
0
0
0