Scuderia Rossi parte para desafio inédito no Brasileiro de Rali

Set 13 2017

Especiais em Urupema, Urubici e Rio Rufino, na serra catarinense, irão compor a quinta etapa da competição, no próximo final de semana

Vem ai a quinta etapa do Campeonato Brasileiro de rali de Velocidade, e será totalmente inédita. Pela primeira vez, a região serrana de Santa Catarina, entre as cidades de Urupema, Urubici e com parque de apoio (boxes das equipes) instalado em Rio Rufino, vai sediar uma etapa do nacional.

A organização promete paisagens deslumbrantes em uma das regiões mais frias do Brasil. E neste contexto, a equipe gaúcha Scuderia Rossi (Yokohama/Loewe/Rossi Esporte e Lazer), da dupla composta pelo piloto Claudio Rossi, de São Leopoldo e o navegador Eduardo Tonial, de Estação, esperam somar mais um pódio na temporada.
A dupla esteve no pódio nas quatro etapas anteriores. Vale ressaltar, que cada etapa é composta por duas corridas, uma no sábado e outra no domingo. A etapa do Rally Rota SC, acontece entre a próxima sexta, dia 15, e o domingo, dia 17. O primeiro dia de programação, será dedicado aos competidores conhecerem a região, realizar o reconhecimento das especiais. Já o sábado e domingo terão corrida em etapa totalmente em estradas de terra da região.

Para Claudio Rossi, esta é uma etapa diferente, em que todos os competidores terão ao menos uma preocupação em comum: conhecer o trecho. “Por isso acredito que fazer um bom reconhecimento das especiais, com muitas anotações, referências, pode trazer algum tipo de vantagem”, destaca.

“Nossa expectativa na é muito diferente do que nas etapas anteriores. O que temos observado é que cada corrida que passa, estamos aprendendo mais, andando um pouco mais forte, encostando nos tempos de quem vem andando na frente, a prova é que na última etapa (Panambi), no segundo dia tivemos diferença de três segundos entre os três primeiros colocados, mesmo a gente tendo uma série de problemas de freios. O carro (Mitsubishi Lancer) está muito bem preparado, vejo que estamos evoluindo a cada etapa, então esperamos poder fazer mais um belo rali”, amplia o piloto.
“Esperamos repetir o bom desempenho que tivemos na última etapa, em Panambi (RS) e ganhar mais quilômetros com o carro. Por ser uma prova inédita para todos, acredito que teremos uma disputa muito boa pelas primeiras colocações. Esperamos fazer uma boa corrida e sair com o maior número de pontos possíveis para brigar pelo campeonato”, acrescenta o navegador Eduardo Tonial.

Velocidade, mas com regularidade

No rali de velocidade, especialmente em especiais de terra, é preciso sempre ter um cuidado extra. Claudio Rossi acredita que para vencer um campeonato, mesmo sendo de velocidade, é preciso regularidade. “este é um item primordial para qualquer competição. Se você vem andando no seu limite, está sujeito a ganhar, ou a ter problemas. Nós temos prezado por andar forte, mas quando se vê que é preciso arriscar muito, tiramos um pouco o pé e priorizamos chegar, pontuar. Rali é regularidade, tem que cuidar muito bem o equipamento, porque do contrário mais cedo ou mais tarde, vai ter problema”, enfatiza Rossi.

Luta pelo título

A evolução conquistada ao longo do ano pela Scuderia Rossi aliado a vice-liderança do Campeonato Brasileiro, na categoria mais forte, a RC2N (4x4), faz o time pensar em algo mais. “Acredito que nossa equipe tenha evoluído bastante este ano. Ainda temos um terço do campeonato a ser disputado. Imagino que ainda é possível brigar pelo título, o que não era nosso objetivo inicial. Viemos para fazer uma no de aprendizado, mas como nos encontramos na atual situação, porque não tentar algo mais? Porém, como sempre digo, dentro dos nossos limites, nunca acima, não necessitamos disso neste momento”, completa Rossi.

O Rally Rota SC

A quinta etapa do Brasileiro de Rali de Velocidade será disputada em duas corridas com pontuação distinta, a primeira delas no sábado, dia 16 e a segunda, no domingo, dia 17. A programação começa ainda na sexta, dia 15, com a chegada das equipes à cidade de Rio Rufino, onde ficará o Parque de Apoio e estrutura de prova. Neste mesmo dia acontece o reconhecimento das especiais, pelos competidores.

A prova será composta de nove especiais no primeiro dia, mais um super prime, um trecho de quase 1 KM, próximo ao Parque de Apoio. Na segunda parte da prova, mais quatro especiais, totalizando no final de semana, mais de 145 quilômetros de corrida.

Programação do Rally Rota SC

Sábado, dia 16

- SS São Francisco – Urubici 1 – 14,3 KMs - 9h43
- SS Rio Rufino – Bom retiro 1 – 19,7 KMs – 10h36
- SS São Francisco – Urubici 1 – 14,3 KMs – 12h29
- SS Rio Rufino – Bom retiro 1 – 19,7 KMs – 13h22
- SS São Francisco – Urubici 1 – 14,3 KMs – 15h15
- SS Rio Rufino – Bom retiro 1 – 19,7 KMs – 16h08
- Super Especial Maxxis – 0,8 KM – 16h51

Domingo, dia 17

- SS – Morro das Antenas 1 – 3,8 KM – 8h23
- SS Urupema 1 – 17,3 KMs – 8h41
- SS – Morro das Antenas 1 – 3,8 KM – 10h34
- SS Urupema 1 – 17,3 KMs – 10h52

Classificação do Brasileiro de Rali após quatro etapas

Categoria RC2N – 4x4

1 – Ricardo Malucelli/GioVani Bordin – Mitsubishi Lancer – 56p
2 – Claudio Rossi/Eduardo Tonial – Mitsubishi Lancer – 38p
3 – Paulo Nobre/Gabriel Morales – Mitsubishi Lancer – 25p (...)

Categoria RC4 – 4x2

1 – Felipe Mueller/Cesar Ranthum – Peugeot 207 – 37p
2 – Ricardo Oro/Vinicius Anziliero – GM Celta – 21p
3 – Felipe Marra/Thiago Osternack – Peugeot 207 – 20p (...)

Categoria RC5 – 4x2

1 – Michel Mueller/Luis Felipe Eckel – Peugeot 207 – 54p
2 – Edu Paula/Bruno Scarpeli – VW Gol – 25p
3 – André Alegretti/Guilherme Trombini – Fiat Palio – 18/14p(...)

Texto e foto: Edson Castro
Prime Comunicação

Nossos canais

Rally de Velocidade 2017

Abril

23 Estação
Maio 21 Erechim
Julho 16 Piraquara
Agosto 6 Panambi
Setembro 17 Rota SC
Outubro 15 Taubaté
Novembro 19 Morretes